Marketing de conteúdo

Como uma estratégia de conteúdo bem definida pode impulsionar os resultados do seu negócio?

Pessoas analisando resultados de uma estratégia de conteúdo.

tempo de leitura 10 MIN

compartilhe

No mundo digital de hoje, o sucesso do seu negócio depende de uma atuação online forte e engajada. Mas com tanta informação circulando, como se destacar na multidão e conquistar a atenção do público? A resposta pode estar na sua estratégia de conteúdo!

Imagine um cenário onde a marca não apenas vende produtos ou serviços, mas se torna uma fonte confiável de informação, inspiração e valor para sua audiência.

Um conteúdo bem estruturado é o veículo pelo qual uma empresa pode contar sua história, construir conexões genuínas, solidificar a relação com os consumidores e, consequentemente, melhorar seus resultados de negócios. 

Neste artigo, vamos explicar como uma boa estratégia de marketing de conteúdo pode ser um catalisador poderoso para o crescimento do seu negócio e as melhores práticas para implementá-la. Acompanhe.

Analisando resultados de uma estratégia de conteúdo.

O poder de construir uma boa estratégia de conteúdo

Em 2023, segundo o Panorama de Marketing feito pela RD Station, o marketing de conteúdo representava 71% das estratégias utilizadas pelos times. Esse valor é um reflexo do mundo em que vivemos, um cenário saturado de informações, onde a atenção das pessoas pode escapar em poucos instantes e a concorrência é acirrada. 

Aqui, ter uma estratégia de conteúdo bem definida é a ponte que conecta sua marca ao público-alvo. Por meio dela, sua empresa se torna capaz de construir relacionamentos duradouros e de impulsionar seus resultados, obtendo vantagens como:

  • Diferenciação no mercado: destaque-se da concorrência oferecendo conteúdo relevante, valioso e único, que atenda às necessidades e desejos do seu público e, principalmente, que responda às dúvidas do usuário;
  • Atração de usuários qualificados: atraia os visitantes certos para o seu site, blog ou redes sociais, aumentando as chances de conversão nos CTAs, landing pages e materiais ricos;
  • Engajamento e fidelização: conecte-se com os consumidores de forma autêntica e significativa, construindo relações sólidas e se posicionando como referência em seu segmento de atuação;
  • Aumento da visibilidade online: melhore o posicionamento do seu site nos mecanismos de busca e expanda seu alcance para um público maior;
  • Impulsionamento de vendas: use conteúdo relevante para nutrir seus leads e guiá-los na jornada de compra, deixando seu processo de vendas mais simples e eficaz;
  • Fortalecimento de marca: posicione sua marca como especialista em seu nicho, construindo autoridade e confiança entre seu público;
  • Retorno sobre investimento (ROI): acompanhe os resultados da sua estratégia e otimize suas ações para alcançar o máximo de eficiência.

Investir em uma boa estratégia de conteúdo é investir no futuro do seu negócio. Essa é a base para uma comunicação eficaz, um marketing eficiente e um crescimento sustentável. Abaixo, veja quais são as melhores práticas para tornar todos esses benefícios possíveis. 

Construindo uma estratégia de conteúdo robusta

A resposta para como criar uma estratégia de conteúdo pode variar conforme os objetivos, público e o perfil de cada empresa. Contudo, um planejamento bem-sucedido sempre envolve algumas práticas básicas. São elas: 

Defina a sua persona

Em meio ao mar de conteúdo disponível na internet, as pessoas não darão atenção àquilo que não as interessa genuinamente. Por isso, é preciso criar conteúdos que chamem a atenção, sejam úteis e agreguem valor ao público-alvo.

Para resolver as dores e atender às necessidades e expectativas da audiência, você deve saber exatamente com quem está falando. A melhor forma de fazer isso é mapeando suas personas.

Essa estratégia consiste em estruturar um perfil semi fictício do seu cliente considerado típico e ideal. Para criá-lo, analise a base atual e faça pesquisas de mercado para coletar informações demográficas e comportamentais sobre o público-alvo.

Então, identifique padrões comuns entre os dados coletados para agrupar características semelhantes e identificar demandas, desafios e preferências compartilhadas.

A partir disso, dê vida à persona atribuindo-lhe um nome, idade, ocupação, interesses, objetivos, desafios e preferências específicas. Mantenha a persona atualizada e refinada à medida que seu negócio evolui e novas informações se tornam disponíveis.

Não deixe de verificar a precisão da persona com base em dados reais sempre que possível, podendo ser feito por meio de:

  • feedback de clientes;
  • análise de dados;
  • outras fontes de informações confiáveis.

Estruture a jornada de compra

Quando afirmamos que é necessário despertar a atenção das pessoas, em um primeiro momento, isso pode não envolver necessariamente aquilo que sua empresa oferece. 

Muitas vezes, um consumidor precisa solucionar determinado problema, mas não conhece o seu produto ou sequer sabe que necessita dele. O caminho que esse indivíduo percorre até ter sucesso com a solução do seu negócio é chamado de jornada de compra.

No marketing, está convencionado que cerca de dois terços da jornada de compra é percorrida sem que o possível cliente se envolva de maneira direta com a oferta. A ideia é ir alimentando-o de informações até que ele esteja pronto e interessado em fazer a compra.

Partindo dessa lógica, o calendário editorial precisa considerar cada etapa do funil, que costuma ser estruturado da seguinte maneira:

Aprendizado e descoberta e Reconhecimento do problema

Nesta etapa inicial, é comum que a pessoa não tenha noção real do seu problema, por isso o conteúdo se destaca como fonte de descoberta e reconhecimento.

O objetivo é educar e despertar a consciência do consumidor sobre suas necessidades. Por isso, o conteúdo precisa ser informativo, abordar conceitos básicos e oferecer insights que levem o leitor a perceber que há uma lacuna entre sua situação atual e a ideal.

Para educar a persona sobre o tema e apresentar os primeiros sinais de que algo precisa ser mudado, é importante adotar uma linguagem clara e acessível, abordando conceitos básicos e desafios comuns relacionados ao problema.

O artigo “4 dicas sobre como divulgar minha clínica médica“, criado pela Gummy para um de nossos parceiros, é um exemplo de conteúdo que:

  • Aborda conceitos básicos de marketing médico e boas práticas que a persona precisa adotar;
  • Leva o leitor a reconhecer o problema de não ter uma estratégia eficaz para atrair pacientes;
  • Inicia a jornada de compra, convidando o leitor a se aprofundar no assunto e buscar soluções especializadas.

O artigo traz dicas de marketing para ajudar seu usuário em uma dor que se relaciona com uma vertical de seus serviços, levando o leitor a explorar mais sobre o assunto.

Consideração da solução

Agora que o indivíduo já tem consciência sobre seu problema, ele está pronto para explorar as soluções disponíveis no mercado. 

Aqui, o conteúdo deve apresentar diferentes alternativas e ajudar o leitor a avaliar qual é a melhor opção para suas necessidades. É importante destacar os benefícios de cada solução, mostrando como elas podem resolver o problema de forma eficaz.

Continuando com o exemplo anterior, o conteúdo “Agência de marketing médico: como escolher a do seu consultório?oferece orientação específica sobre como selecionar a melhor agência especializada em marketing médico.

Este conteúdo atua como um guia para os leitores com o intuito de ajudar a encontrar a solução ideal para suas necessidades, o material:

  • Define que uma boa agência especializada em marketing médico é a solução ideal para a persona, apresentando os benefícios específicos desse tipo de serviço;
  • Descreve os critérios para escolher a melhor agência e como analisá-los de forma efetiva;
  • Orienta a escolha do leitor, fornecendo dicas que se alinham à proposta de valor da empresa autora do post.

O conteúdo nessa etapa deve ser persuasivo, mas sem ser promocional. A ideia é demonstrar como sua solução resolve os problemas do cliente de forma concreta e apresentar diferenciais que o colocam à frente da concorrência.

Decisão e Compra

Na etapa final, o cliente já está pronto para tomar uma decisão informada e prosseguir para a conversão. 

Evidentemente, o conteúdo desta fase precisa destacar os benefícios específicos do produto ou serviço, demonstrando como ele atende às necessidades da persona de forma superior às demais alternativas concorrentes. 

Para isso, é importante fornecer informações detalhadas sobre a solução, as particularidades do seu funcionamento e como ela pode resolver os problemas da melhor forma possível em comparação com outras semelhantes.

Voltando ao exemplo, no conteúdo “Como obter melhores resultados com o Feegow Marketing“, veja o que eles mostram nesse momento:

  • Apresenta os seus serviços detalhadamente, explicando suas características e pontos fortes em relação a outras opções do mercado;
  • Destaca os benefícios para as empresas que utilizam o seu serviço e os resultados que eles podem proporcionar;
  • Ressalta a importância desse tipo de serviço, seus diferenciais e incentiva o contato direto com um atendente, incentivando a conversão imediata.

Lembre-se de focar na conversão. Ofereça ao potencial cliente tudo o que ele precisa para se sentir confiante e seguro. Simplifique o processo e forneça suporte para que ele possa começar a usufruir dos benefícios do seu produto ou serviço o mais rápido possível.

Se tiver interesse, temos um conteúdo completo sobre estratégias para funil de conteúdo. Clique aqui e descubra qual o melhor formato para cada etapa!

Faça brainstorms e crie o calendário editorial

Com base na jornada de compra da persona, o próximo passo é fazer brainstorms para definir os conteúdos que serão publicados. 

Nesse processo, considere quais serão oferecidos como isca (mediante preenchimento de formulário), como e-books, webinars, planilhas, kits, templates, entre outros. E quais não serão, como blogposts, estudos de caso, FAQs etc. 

Os conteúdos de oferta isca são ideais para a fase de consideração da jornada de compra, quando o consumidor está buscando soluções para seu problema e está disposto a fornecer informações em troca de valor agregado. 

os conteúdos que não são ofertas isca são úteis em todas as fases da jornada, fornecendo informações úteis e educativas para o público-alvo.

Além disso, é necessário analisar o que o mercado está consumindo, as tendências dos concorrentes e realizar pesquisas de palavras-chave para definir os temas, formatos e encaixá-los na jornada de compra. 

Após a definição dos conteúdos, crie um calendário editorial, atribuindo responsabilidades, definindo escopos e estabelecendo datas de publicação. Isso ajuda a manter o fluxo de produção organizado e garante que as necessidades da persona sejam atendidas ao longo da jornada.

Para quem está começando, não se preocupe com a rapidez e sim com o que será feito. Por exemplo, você pode criar apenas um post de blog por semana, a fim de gerar tráfego recorrente no site, e um conteúdo rico com preenchimento de formulário por mês, para gerar leads. 

Conforme os resultados vão aparecendo e o negócio ganha mais confiança e recursos, é possível escalar e investir em mais frequência e novos formatos para atender melhor às necessidades da persona e impulsionar ainda mais os resultados.

Promova, analise e melhore continuamente

Uma estratégia de conteúdo eficaz não se resume apenas à criação de materiais de qualidade, também envolve promovê-los ativamente, analisar os resultados e buscar melhorias. 

Por mais que o marketing de conteúdo foque bastante em resultados orgânicos e na otimização de SEO, por exemplo, é importante explorar outras formas de promoção para alcançar um público mais amplo e diversificado.

A promoção pode ocorrer por meio de várias plataformas, como:

  • incentivar o engajamento e direcionar o tráfego junto à sua base por meio do e-mail marketing; ou
  • amplificar seu impacto e estreitar conexões com o público ao divulgar os materiais nas redes sociais. 

Além disso, investir em anúncios pagos em plataformas como Google Ads, Meta Ads e LinkedIn Ads aumenta significativamente o alcance do seu conteúdo.

Enquanto isso, não deixe de analisar métricas como tráfego do site, taxa de cliques, tempo de permanência na página, taxas de conversão e engajamento nas redes sociais. Utilize ferramentas como Google Analytics, Insights de Redes Sociais e ferramentas de automação de e-mail marketing. 

Também é importante estar atento ao feedback que o público oferece por meio de comentários e avaliações, para entender suas necessidades, preferências e pontos de melhoria.

E se ainda houver dúvidas quanto à leitura do seu conteúdo ou ao engajamento dos usuários com os CTAs, é possível usar ferramentas de mapa de calor. Elas mostram quais pontos da página tiveram maior movimentação por parte dos usuários.

Com base na análise dos resultados, é possível identificar oportunidades de melhoria e ajustar a estratégia conforme necessário. Isso pode incluir otimização de conteúdo, ajuste de títulos, descrições, palavras-chave e formatos para aumentar sua eficácia e relevância. 

Da mesma forma, você pode aprimorar a promoção do conteúdo, identificando canais mais eficazes e ajustando o investimento em mídia paga para maximizar os retornos.

Não abra mão de uma agência especializada

Quem está começando a desenvolver uma estratégia de conteúdo pode enfrentar dificuldades para lidar com todas as etapas citadas até aqui.

De fato, há uma série de ações específicas a serem consideradas, desde a definição da persona, até a análise contínua dos resultados. A boa notícia é que, ao contar com o apoio de uma agência especializada, essa jornada se torna muito mais fácil e eficiente.

Com esse tipo de suporte, você pode ter a confiança de que estratégia de conteúdo está nas mãos de profissionais qualificados e comprometidos com o seu sucesso. 

Além disso, com a combinação certa de expertise, criatividade e análise de dados, é possível alcançar um excelente retorno sobre o investimento e levar sua empresa a novos patamares de sucesso no mundo digital.Em busca de soluções sob medida para os desafios do seu negócio? Junte-se à Gummy e transforme sua estratégia de conteúdo em um sucesso! Clique aqui e saiba mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A Gummy tratará seus dados pessoais para fins de moderação, resposta aos comentários, inclusive, para entrar em contato. Para mais informações sobre como utilizamos os seus dados, consulte a nossa Política de Privacidade.

sobre o autor

Yuri Vellinho

Veja também:

Mulher fazendo anotações para produção de conteúdo para blog
O guia completo sobre produção de conteúdo para blog
Time em reunião de gestão de marketing
Desafios e oportunidades na gestão de marketing
Capa - Blog ainda vale a pena?
Blog ainda vale a pena em 2024? Descubra como aumentar a conversão com estratégias atuais