Quem já quis começar um blog pessoal provavelmente percebeu que publicar com regularidade é um desafio. Sempre aparecem demandas urgentes e outras coisas mais importantes para resolver – o que faz seus textos demorarem semanas e, às vezes, até meses para irem ao ar.

No blog de uma empresa, não é diferente. Criar um calendário editorial perfeito depende de organização e estratégia.

Ele definirá a sua agenda de publicações de conteúdos e poderá ser usado para organizar as publicações do seu blog, a criação de eBooks e seus posts em redes sociais, entre outros formatos de material que sua empresa produz.

Esse tipo de organização é fundamental para garantir que a sua estratégia de Marketing de Conteúdo será efetiva. Afinal, não basta publicar apenas por publicar: a regularidade é fundamental para garantir um bom rankeamento no Google e reforçar a autoridade da sua marca nos temas tratados.

Neste conteúdo, você lerá sobre:

  • O que é um calendário editorial?
  • Por que criar um calendário editorial?
  • Como montar o calendário editorial perfeito?

O que é um calendário editorial para marketing digital?

Como você já viu aqui, o calendário editorial reúne todas os conteúdos de sua empresa.  

Ele pode ser criado em formato de planilha, em aplicativos como o Google Agenda ou até em plataformas de gerenciamento de tarefas, como o Trello e a Asana.

 

Por que criar um calendário editorial?

O Marketing de Conteúdo é uma excelente maneira de ampliar a visibilidade online da sua empresa. Mas, para isso, você precisa de artigos realmente interessantes, além de materiais ricos e outros formatos engajantes, como podcasts e vídeos.

Para colocar tudo isso em prática, a organização é fundamental. Não basta definir os temas ao acaso: eles precisam ser pensados de maneira ampla para ajudarem no alcance dos objetivos da empresa – sejam eles de reforçar sua autoridade no mercado, conquistar mais leads ou chegar a um público mais qualificado.

Para isso, você precisa ter um controle de quais palavras-chave já utilizou, quantos conteúdos produziu sobre cada assunto e quais blogposts foram direcionados para determinadas personas.

Guardar esse tipo de informação apenas na memória pode ser um tiro no pé caso a sua equipe de marketing de conteúdo mude ou a sua produção cresça exponencialmente (o que a gente quer que aconteça, né?).

Além disso, você precisa se preparar com antecedência para poder medir os esforços que investirá. Escolher, por exemplo, se produzirá os artigos internamente ou se terceirizará a produção de conteúdo.

Como montar o calendário editorial perfeito?

 

1. Defina a frequência de publicação

Uma das primeiras etapas para criar o calendário editorial perfeito é definir quantas vezes por mês você publicará no seu blog. Essa é uma escolha que deve levar em conta diversos fatores, mas o principal deles é manter a regularidade.

Cuidado para não ser ambicioso demais e acabar desenhando uma escala que você não conseguirá cumprir. É melhor publicar um conteúdo por semana, por exemplo, do que publicar quatro na primeira semana do mês e mais nenhum por muito tempo.

A regularidade de publicação ajudará seu blog a melhorar o desempenho em SEO, além de “treinar” a sua audiência – que começará a saber quando deve procurar por novas atualizações.

2. Planeje os conteúdos

Após definir a frequência das suas publicações, é o momento de planejar os conteúdos em si.

Aqui entram definições como:

  • Tema e palavra-chave;
  • Formato (se será um blogpost, um eBook, um vídeo, etc.);
  • Formas de divulgação (e-mail, redes sociais, entre outras);
  • Profissionais responsáveis pela produção e pela revisão;
  • Persona na qual o conteúdo focará;
  • Etapa do funil (topo, meio e fundo).

Se você ainda não tem clareza sobre algum desses itens, como as etapas do funil de vendas ou a criação de personas, vale estudar um pouco na hora de desenvolver o seu calendário editorial.

Isso porque saber para quem você está escrevendo e qual o objetivo daquele conteúdo é fundamental para criar materiais assertivos e obter resultados incríveis.

3. Inclua os conteúdos no calendário

Pronto: conteúdos planejados. Agora, você precisa distribuí-los ao longo das datas. Como comentamos, existem muitas plataformas disponíveis para montar o calendário editorial perfeito mas, nesse momento, o ideal é olhar de fato para o calendário.

Para começar, verifique se existem datas comemorativas relacionadas ao seu negócio nos próximos meses ou eventos que possam interferir nas suas publicações.

Fique atento também aos feriados: para algumas empresas, eles significam mais tráfego mas, para a maioria, eles tendem a atrapalhar a divulgação de novos materiais.

Depois, elimine essas datas e distribua os seus conteúdos planejados nas que restaram. Tente variar entre etapa do funil e persona, para não atrapalhar as métricas de resultados no futuro (a menos que você esteja, de fato, fazendo testes e acompanhando isso).

Com tudo definido, é possível que você tenha pelo menos um mês planejado pela frente. Não existe um número mágico de artigos que você precisa pensar antecipadamente, mas é bom ter alguma flexibilidade caso seja necessário. Tanto por conta de questões com a equipe, como mudanças necessárias para que a sua estratégia funcione bem.

4. Use o calendário editorial de maneira inteligente

Depois de montar seu calendário editorial na plataforma escolhida, você precisa inseri-lo na rotina do time, por meio de processos bem definidos.

Além dos conteúdos futuros, o calendário pode registrar um histórico das suas publicações, com posts antigos. Por isso, o ideal é utilizar uma ferramenta escalável e de fácil acesso na nuvem.

Aproveite o histórico para acompanhar as métricas de conteúdo do seu blog, fazer otimizações em conteúdos antigos que não estão performando muito bem e investir na divulgação daqueles que têm bons resultados.

Assim, além de organizar as publicações, o seu calendário serve também como um guia geral de toda a estratégia de Marketing de Conteúdo.

Construir um calendário editorial perfeito facilita o acompanhamento do conteúdo e a agenda do blog, bem como auxilia na programação dos outros canais de marketing – como redes sociais e e-mail -, além de ajudar na hora de mensurar resultados e produzir materiais de resultados!

Se a sua empresa não consegue manter uma regularidade nas publicações, você pode considerar buscar uma produtora de conteúdo que ajude neste processo. Assim, o seu time tem mais tempo para organizar a sua estratégia e investir em otimização! É mais dedicação para entender seus possíveis clientes, criar personas e saber o que elas querem ler.

Até a próxima!

Contato