Se você esteve minimamente atento às mudanças que a tecnologia sofreu nas últimas décadas, já deve ter percebido a influência disso na nossa maneira de consumir. O digital mudou o mundo e, com isso, a produção de conteúdo para blog e outras formas de Marketing Digital também.

Não apenas pelo fato de que as vendas online facilitaram o acesso a produtos e serviços, mas também porque a forma de escolher mudou. Atualmente, as informações estão disponíveis de maneira muito mais fácil! Logo, pesquisar antes de comprar tornou-se algo praticamente obrigatório. 

A instrução se tornou o carro chefe da venda – o que quer dizer que, para atrair consumidores, as marcas precisam oferecer informação e buscar um relacionamento profundo com seus leads. 

Dentre as muitas formas de produzir conteúdo para a web, queremos chamar a atenção para o conteúdo para blog. Uma ferramenta muito importante para uma estratégia de Marketing Digital eficiente e engajadora.

Neste conteúdo vai ler sobre:

  • Por que investir em produção de conteúdo para blog?
  • Como produzir conteúdo de qualidade?
  • Como seguir publicando conteúdos inovadores?
  • Principais ferramentas para produção de conteúdo para blog.

 

Já aviso: este conteúdo é longo, mas bastante completo. Prometo que vale a leitura, principalmente se você está pensando em iniciar a produção de conteúdo para blogs. Vamos lá?

 

Por que investir em produção de conteúdo para blog?

 

A produção de conteúdo para blog é uma peça chave para acompanhar as mudanças no perfil de consumo no mundo. Se não fosse assim, não teríamos 52% de profissionais do Marketing afirmando que conquistaram mais clientes através do conteúdo para blog, não é mesmo?

Para justificar o motivo por trás desta estatística existem vantagens muito práticas que apresentaremos a você agora. Veja só! 

 

Melhora o relacionamento com o cliente

 

Um dos pontos mais importantes ao investir na produção de conteúdo para blog é que esta estratégia permite que as empresas melhorem seu relacionamento com o cliente.

Além disso, é possível diminuir as chances da concorrência conquistar o consumidor, ou então que ele desista no meio da jornada de compra.

 

Dá mais visibilidade à marca

 

Apostar no conteúdo para blog é uma das formas mais fáceis de se tornar visível para público e bater de frente com os concorrentes.

Afinal de contas, quando o cliente tem acesso a algum texto informativo e que apresente algum dado relevante para o seu dia a dia, ele passa a confiar, cada vez mais, na marca que está comunicando.

 

É mais fácil medir resultados e acompanhar métricas de desempenho

 

Hoje em dia, praticamente nenhuma empresa aposta mais em práticas que não tem seus resultados comprovados. O “achismo” deu lugar para ferramentas capazes de medir exatamente o que está dando certo em um negócio – e isso tem facilitado na hora da tomada de decisão. 

Nesse sentido, a produção de conteúdo para blog pode ser facilmente acompanhada por meio de plataformas como o Google Analytics. Isso faz com que essas ações sejam muito mais mensuráveis do que as ações vinculadas em canais offline. 

O importante é certificar-se sempre de que a estratégia de conteúdo para blog está funcionando e trazendo um retorno positivo para a empresa. Para tanto, você deve ficar de olho nas métricas que abordaremos logo mais aqui neste blogpost.

 

Pode ser integrada a diferentes frentes

 

A produção de conteúdo para blog em geral é uma técnica que pode ser aplicada para auxiliar diferentes frentes do Marketing Digital.

Isso porque a sua empresa depende de conteúdos incríveis para gerar branded content, e o blog funciona como uma plataforma de publicação, mas o conteúdo pode ser distribuído em diversos canais. Como redes sociais, e-mail e follow-ups comerciais, além de servir como mecanismo de atração graças ao emprego de boas práticas de SEO.

 

Impacto no aumento de vendas

 

De acordo com a Hubspot, 47% dos compradores visualizam de três a cinco conteúdos https://gummy.digital/estrategia-de-conteudo/antes de engajar na jornada de compra com um vendedor.

Produzindo conteúdo de qualidade para blog, sua empresa poderá alcançar um público mais qualificado e economizar tempo dos vendedores. 

Esse tempo pode ser investido em quem realmente tem potencial para virar cliente. Tudo isso tem impacto direto no aumento das vendas e também garante melhor segmentação na atração de clientes.

 

Entenda o funil de conteúdo

 

O funil de conteúdo é uma ferramenta que visa compreender melhor a jornada de compra do cliente. Desde o momento em que passam a conhecer a marca, até o pós venda.

É um recurso muito utilizado pelas empresas, desde a área comercial até para as ações de marketing. 

 

A partir deste funil, é possível compreender melhor em qual parte da jornada de vendas se encontra o consumidor, facilitando assim, que as ações da empresa correspondam ao que o público espera.

Dessa forma, podemos dividir o funil em três etapas, cada um com especificidades que devem ser trabalhadas estrategicamente:

 

Topo de funil (ToFu)

 

O topo do funil é a parte mais aberta dele, ou seja, é onde o comprador vai entrar no fluxo de venda da sua empresa. Aqui, o conteúdo deve ser pensado para atrair visitantes.

Por isso, neste momento, você deve dar o máximo de informações sobre a sua empresa e também oferecer conteúdos relevantes para o dia a dia dos clientes.

 

Meio de funil (MoFu)

 

Nesta etapa, o consumidor não é apenas um visitante, ele já conhece a sua marca e sabe o que você vende. Portanto, o foco maior deve ser responder a possíveis dores do cliente e iniciar o direcionamento do lead para a compra da empresa.

Tente se aprofundar um pouco mais no relacionamento com o cliente, demonstrando que você possui exatamente aquilo que ele procura.

 

Fundo de funil (BoFu)

Este é o momento do fechamento da venda. Após as etapas anteriores, no fundo do funil, o cliente já tem interesse no conteúdo que o seu negócio oferece. Então, é a hora de mostrar porquê ele deve comprar da sua empresa e não de outra.

Nesse estágio, o consumidor está avaliando os pontos positivos e negativos da sua empresa e das concorrentes. Portanto, nesta etapa você deve ser mais objetivo em suas peças de comunicação.

 

Como produzir conteúdo para blog de qualidade? 

 

Se você já entendeu os motivos de apostar na produção de conteúdos para blog incríveis, chegou a hora de colocar a mão na massa!

Mas como fazer isso? Para empresas que ainda estão muito acostumadas ao marketing tradicional, essa virada de chave pode ser um desafio. 

Como iniciar o planejamento, estabelecer objetivos, definir o público-alvo e até como montar uma equipe de marketing de conteúdo são algumas dúvidas bastante comuns. 

Parece bastante coisa, mas, com o tempo você estará habituado. A seguir, vamos repassar algumas das etapas cruciais. Acompanhe:

 

Início do planejamento 

 

Como qualquer ação de uma empresa comprometida com eficiência e resultados, a produção de conteúdo para blog precisa de um planejamento detalhado. 

No primeiro momento, sua empresa precisará definir quais são os objetivos com o material a ser desenvolvido. E isto inclui saber quais demandas a fizeram sentir a necessidade de investir em conteúdo. 

Para isso, é importante responder a algumas perguntas. Por exemplo:

  • A ideia é aplicar uma estratégia completa de Inbound Marketing? Ou apenas começar a desenvolver uma presença virtual?
  • Quais são as personas para as quais o conteúdo é destinado?
  • Qual etapa do funil cada conteúdo pretende atingir?
  • Como e quando será feita a produção e publicação de cada um deles?

Essas são apenas algumas das questões às quais você deve prestar atenção. E se não conseguir responder a alguma delas, não se desespere: isso não atrapalhará o seu trabalho. 

Apenas significa que você precisará pesquisar mais e entender melhor a realidade do seu negócio – e, talvez, contratar uma empresa ou consultoria especializada para ajudar a traçar a estratégia. 

 

Análise do público-alvo

 

Outro fator importantíssimo é entender profundamente o seu público. Para tanto, não basta saber apenas a idade ou faixa de renda de quem tende a consumir sua solução. Essa etapa vai muito além: o ideal é construir uma persona do seu consumidor.

Por exemplo: se a sua empresa desenvolve um aplicativo para advogados, não basta saber que a maioria dos clientes tem entre 30 e 40 anos, é do sexo masculino e tem ensino superior completo. 

Essas informações são vagas e podem até ajudar em certa medida, mas não colaboram muito na hora de produzir conteúdos realmente relevantes, únicos e atrativos

Você precisa criar um personagem que traduza o seu cliente ideal. Assim, fica bem mais fácil entender como ele pensa, age e se comporta. Se você escreve para um público genérico, seu conteúdo terá também um formato mais genérico e pouco assertivo. 

Já se você conversa diretamente com o Jean… Ele é um advogado autônomo de 32 anos, que atua no Direito Previdenciário há 10 e gosta muito de viajar – mas acaba não tendo tempo para se dedicar à vida pessoal. Considerando estes aspectos, seu marketing tem muito mais chances de ativar gatilhos emocionais e ser efetivo. Porque, de acordo com os dados analisados, as dores do Jean se estendem a maioria do público.

 

Para criar personas

 

Lembre-se que, ao criar suas personas (elas podem ser várias, dependendo do que a sua empresa faz), será necessário cruzar dados, fazer entrevistas com clientes, analisar tendências e mergulhar fundo na cabeça de quem se interessa pelo seu produto. 

Pense como o seu público-alvo para produzir conteúdos efetivos e engajantes!

Isso irá ajudá-lo a ter ideias de pautas no futuro – além de saber quais dúvidas o leitor tem, quais soluções está buscando, entre outras questões. 

 

Objetivos e métricas da produção de conteúdo para blog

 

Depois de planejar por onde você começará a entender melhor o seu público, chega a hora de definir quais são os seus objetivos com a produção de conteúdo para blog

Você quer aumentar a sua geração de leads? Atrair tráfego para o seu site? Criar interação nas redes sociais?

Cada objetivo depende da situação atual do seu Marketing Digital, bem como da realidade da empresa como um todo. Se o seu time comercial está ocioso e precisando que o marketing gere levantadas de mão, por exemplo, a sua estratégia deve focar nisso.

Já se você cuida de uma empresa nova e a equipe de vendas ainda não está bem estabelecida – assim como a sua marca, que por enquanto não é muito conhecida – talvez seja a hora de focar em branding, tráfego e seguidores em redes sociais. 

Depois de fazer essa opção, vale também entender quais métricas você deve acompanhar para medir o sucesso da sua produção de conteúdo para blog. Conheça algumas, a seguir:

 

Métricas para acompanhar em seu conteúdo para blog

 

  • Tráfego total do blog: quantas visitas são recebidas em determinado período;
  • Origem do tráfego: através de quais mecanismos e plataformas os usuários chegam;
  • Taxa de rejeição: quantos usuários fecham os posts rapidamente antes de terem tempo de consumir o conteúdo;
  • Click-through rate (CTR): taxa de cliques em links e postagens;
  • Engajamento dos leads: o nível de interação dos usuários com suas postagens;
  • Quantidade de inscritos nas newsletters: total de usuários que se inscreveram voluntariamente para receber suas newsletters.

 

E outras que façam sentido para você. Muitas vezes os próprios domínios contam com ferramentas para acompanhar algumas delas. De todo modo, vale buscar soluções do mercado e sites como o Analytics para fazer um acompanhamento mais apurado.

Lembre-se, especialmente, de estar atento às conversões do seu blog. O objetivo maior de um conteúdo é converter visitantes em leads e ajudar a converter leads em clientes. Trabalhe com CTAs e outros recursos que direcionam o lead claramente pela jornada de compra, mantendo um processo uniforme e fluido.

Como esse assunto envolve certa complexidade, para saber tudo sobre a conversão com conteúdo para blog, sugerimos a leitura deste blogpost: Como aumentar a taxa de conversão em blogs.

 

Planejamento tático 

 

Depois de estabelecer um planejamento estratégico, ou seja, mais geral para o seu Marketing de Conteúdo, você precisará fazer o tático

Nessa etapa, você colocará a mão na massa, de fato. Aqui, entram definições como a palavra-chave e o formato de cada conteúdo – assim como a persona a qual ele será destinado. 

Além disso, no planejamento tático também deve ser definido o calendário de produção, revisão, publicação e divulgação do conteúdo. Tudo isso ajudará sua equipe a se organizar melhor, medir os esforços e terceirizar o que não puder ser produzido internamente. 

 

Dicas para não errar na produção de conteúdo para blog

 

 

Tenha um objetivo

 

Antes de tudo, você deve ter uma meta bem estruturada para o seu blog. Tenha em mente qual o que você deseja: Gerar leads? Ganhar autoridade de marca? Gerar negócios? Seja qual for, ter um objetivo vai guiar a sua estratégia.

Somente assim, os resultados obtidos com a campanha, serão os mesmos que aqueles planejados previamente.

 

Busque sempre ser útil

 

De nada adianta você ter os melhores redatores focados em escrever o melhor conteúdo, se ele não for útil para as pessoas.

Tente sempre compreender quais as principais dores e perguntas que o seu público tem a respeito do seu segmento, e aproveite seu blog para resolvê-las.

Assim, os leitores passarão a enxergar na sua marca, como uma empresa que podem confiar e que pode sanar as suas dúvidas.

 

Tenha títulos impactantes

 

Vivemos em uma época em que os títulos são essenciais para determinar se alguém vai consumir ou não o conteúdo. Isso porque, com o avanço das redes sociais, temos acesso a muita informação diariamente e somente títulos impactantes nos chamam atenção.

Dessa forma, você deve inserir no título a palavra-chave escolhida para o texto, mas sem deixar de colocar algo intrigante. Em outras palavras, o título precisa ter a ver com o tema e ainda chamar atenção do público.

 

Aprenda SEO

 

Outra coisa que não pode faltar em um texto de sucesso é o SEO. Afinal de contas, ele é uma tática de otimização para motores de busca.

Ou seja, é através dele, que os mecanismos de busca como o Google, vão analisar se o seu conteúdo é atrativo ou não.

Por isso, é muito importante que o profissional que vai realizar a produção de conteúdo, tenha um bom conhecimento desse segmento.

 

Estude seus concorrentes

 

Assim como em qualquer outro conteúdo que você for produzir, ao planejar um post para blog, é muito importante que você estude seus concorrentes. Até porque, eles poder dar muitos insights valiosos sobre o seu próprio negócio.

Mesmo que você se sinta completamente preparado para escrever algo sobre determinado tema, muitas vezes, uma opinião diferente da sua pode te ajudar a pensar em novos caminhos e possibilidades.

 

Use o e-mail marketing

 

O e-mail marketing é uma das principais formas que você poderá disseminar um conteúdo novo.

Reflita um pouco, quem se inscreveu para receber os e-mail da sua empresa, é porque tem algum tipo de interesse, certo? Seja antes, durante ou após a venda, a verdade é que a pessoa já conta com a sua empresa.

Portanto, este se torna o canal ideal para você anunciar o lançamento de novos conteúdos. Além de alimentar o público com informações úteis, você ainda melhora o seu ranqueamento nos mecanismos de pesquisa. Útil, não é mesmo?

 

Use imagens atrativas

 

Caso você tenha possibilidade, invista na própria produção de imagens atrativas. Mesmo existindo diversos bancos de imagens gratuitos, o que vai trazer um diferencial para o seu conteúdo é a originalidade atrelada com a qualidade.

Portanto, ter um profissional de design pode ser uma ótima opção para ter melhores imagens no seu conteúdo. Além disso, você também consegue utilizar desse espaço gráfico, como uma forma de reforçar sua marca.

 

Dialogue com seus leitores

 

Busque sempre manter uma linguagem de diálogo com os leitores do seu texto. Assim, eles irão se sentir mais atraídos durante a leitura e ainda poderão engajar mais nas publicações da sua marca.

Sempre que puder, faça perguntas direcionadas ao leitor e use palavras que tragam mais aproximação, como por exemplo “você”.

Isso fará com que o público se sinta mais atraído para continuar a leitura e então o conteúdo tenha mais chances de ser proveitoso para ambas as partes.

 

Como seguir publicando conteúdos inovadores no blog?

 

A regularidade e a atualização constantes são dois dos principais segredos para uma estratégia de produção de conteúdo para blog de sucesso.  

A regularidade garante um fluxo de engajamento e uma boa autoridade entre os mecanismos de busca – o que ajuda no SEO. Além disso, ensina ao seu público que ele pode procurar por novidades periodicamente no seu blog, site ou redes sociais. 

Já a atualização constante é o que mantém sua empresa sempre à frente da concorrência. Afinal, no Marketing Digital as coisas mudam com uma velocidade extraordinária. Você precisa acompanhar as principais tendências se quiser levar sempre as novidades mais quentes para seus leitores. 

Conteúdos em vídeo, por exemplo, têm sido uma grande aposta. E se antes eles exigiam uma infraestrutura enorme e uma equipe focada só nisso, hoje em dia sua empresa pode contratar uma produtora. 

Pode até utilizar ferramentas modernas para produzir materiais audiovisuais curtos e objetivos. Este tipo de material é uma excelente adição nas postagens do blog, para torná-las mais dinâmicas e engajadoras.

 

Conversões com Audio Marketing

 

O áudio se tornou também uma tendência forte. Com a atenção da audiência cada vez mais reduzida, oferecer blogposts em áudio ou podcasts – que podem ser ouvidos no carro, na academia ou durante o almoço – otimizam o tempo do usuário para que ele consuma conteúdo, com um bônus ainda melhor: aumentam muito as conversões dentro de seu blog.

Para estar sempre inovando, o ideal é contar com uma equipe flexível e avaliar a possibilidade de terceirizar parte da produção. Dessa forma, você não fica preso a apenas um tipo de material e consegue escalar seus conteúdos para oferecer sempre algo diferente aos leads. 

Fique atento, ainda, a outros blogs e newsletters que publicam conteúdos relevantes. Preste atenção no que a concorrência está fazendo e no que empresas do seu segmento no exterior estão apostando. 

 

Principais ferramentas para produção de conteúdo para blog

 

Colocar a produção de conteúdo para blog em prática não é uma tarefa fácil, como você deve ter percebido. Mas ela se tornou essencial e existem algumas ferramentas que podem auxiliar sua empresa a otimizar essa atividade. 

Cada uma das etapas da produção de conteúdo que citamos anteriormente pode contar com a ajuda de plataformas online. Confira:

Criação de personas e definição de palavra-chave

A criação dos personagens que representam seus clientes ideais pode ser feita por ferramentas como a Make My Persona, da Hubspot, ou com a ajuda do O fantástico Gerador de Personas, criado por uma parceria entre a Rock Content e a Resultados Digitais. 

 

Tanto o Google Keyword Tool quanto o Ubersuggest são opções para quem quer ter ideias de palavras-chave e compará-las para saber quais têm o maior volume de busca. 

 

Organização do calendário de postagens 

 

Organizar a data das publicações, o que já foi feito e o que ainda precisa de atenção é uma das maiores dificuldades para empresas que começam a produzir conteúdo para blog

O Trello pode ser uma opção útil, assim como o Google Agenda ou o Mind Meister – que ajuda na criação de mapas mentais.

O ideal é criar um calendário editorial para Marketing. Isso vai auxiliá-lo a se manter organizado, tendo em vista sempre seus objetivos principais na estratégia de produção de conteúdo para blog.

 

Pesquisa de tendências

 

Para acompanhar as principais tendências na sua área de atuação e os interesses do seu público, uma ótima opção é utilizar o Google Trends

Com ele, você pode descobrir o que está sendo mais buscado nos últimos tempos, comparar com períodos anteriores, segmentar por região, entre outras funcionalidades.

 

Ideias de conteúdo

 

Se você está sem inspiração para definir o tema dos seus próximos artigos, vale recorrer a algumas ferramentas online que ajudam nessa tarefa. 

Uma delas é o Gerador de Ideias para Blog, da Hubspot, e a outra é o Gerador de Ideias de Conteúdo, da Portent. Ambas são em inglês, mas podem dar uma luz para desenvolver a pauta dos seus materiais.

 

Produção do conteúdo

 

Outra questão fundamental nas ferramentas usadas para a produção de conteúdo para blog é que elas facilitam o compartilhamento do texto, além de salvarem tudo na nuvem. Por isso, procure manter tudo em plataformas como o Evernote ou o Google Docs

Além disso, o Docs é uma ferramenta que permite a revisão, edição e sugestões no texto de maneira fácil, organizada e limpa. Isso contribui na hora de passar feedbacks para os redatores, alterar partes do texto ou manter um histórico de edições. 

Lembre-se, ainda, de contar com um corretor ortográfico! Afinal, erros de português atrapalham a leitura e diminuem a credibilidade do seu material. 

 

Por fim, nada substitui um especialista!

 

Neste artigo, listamos inúmeras dicas úteis para sua empresa começar a investir na produção de conteúdo para blog. Porém, nenhuma delas será eficaz sem um bom profissional de redação ou uma produtora especializada.

Existem inúmeras ferramentas que auxiliam na criação da estratégia, na revisão de erros ortográficos e até na sugestão de palavras-chave. Mas só um redator qualificado e experiente conseguirá operar todas essas plataformas juntas, buscando sempre entregar um conteúdo incrível – daqueles que geram conexão com o leitor e provocam uma resposta emocionada!

E na montanha de informação que observamos diariamente, gerar esse brilho nos olhos do leitor é essencial para um marketing de conteúdo realmente efetivo. Logo, invista no treinamento e na qualificação da sua equipe. Automatize aqueles processos repetitivos e simples, mas que acabam tomando muito tempo. 

 

Vale a pena terceirizar?

 

Se você não tem os profissionais adequados dentro de casa, considere também contratar redatores freelancers ou, melhor ainda, uma produtora agência especializada em conteúdo para blog.

Uma empresa com experiência oferecerá uma qualidade alta a um custo-benefício muito interessante. Além disso, ela também acompanhará constantemente as mudanças no mercado e poderá sugerir formatos, ferramentas e estratégias mais eficazes do que você poderia encontrar sozinho.

Em nosso blog, nós já falamos um pouco sobre isso. 

Entenda aqui como escolher um bom fornecedor de conteúdos para o seu blog!

Obrigada pela atenção e até a próxima! 🙂