Redes Sociais

As maiores tendências para redes sociais em 2024

as maiores tendências para redes sociais em 2024

tempo de leitura 11 MIN

compartilhe

Antecipar as tendências para redes sociais em 2024 é uma tarefa complexa até para a Gummy, que possui profissionais especializados e testados em cases de sucesso. Mas vejamos o lado bom, acompanhar essas tendências é como desembrulhar presentes. Há expectativas e surpresas! 

Revisitando 2023, algumas das previsões que fizemos se provaram mais do que verdadeiras, como a consolidação do TikTok por exemplo. Mas alguns movimentos como o Twitter virando um grande X jamais poderíamos ter previsto.

Sendo assim, arriscar dizer qual é a rede social do futuro se torna um exercício de “futurologia” e isso devemos deixar para os astrólogos e videntes encontrarem uma resposta.

No entanto, sem recorrer a adivinhação, é possível desenhar uma estratégia potente para as redes sociais observando o comportamento dos usuários online e algumas macrotendências que estão despontando desde já. 

Para ajudar a otimizar seu tempo, fizemos o trabalho duro e organizamos tudo que você precisa saber neste artigo. Vem com a gente, vamos começar a co-criação do seu case nas redes sociais!

Quais foram as redes sociais mais usadas em 2023 e o que esperar para 2024?

Em 2023, mais de 70% da população brasileira estava nas redes sociais. São 152.4 milhões de usuários que usam esse espaço, principalmente, para manter contato com amigos e familiares. 

E, como era de se esperar, os produtos da Meta se destacam em terras tupiniquins, veja só:

Infográfico: As 10 redes sociais mais usadas no Brasil. Tendências para redes sociais.

Quem nunca ficou conversando durante horas com os amigos e familiares no “zap”? A rede social favorita também é a primeira em tempo de uso com uma média mensal por usuário de 28 horas e 12 minutos. Em seguida, vem o YouTube, com 22 horas e o Instagram, com quase 16 horas.

Em 2024, o TikTok continuará entre as redes favoritas dos brasileiros. Cada vez mais pessoas estão descobrindo que TikTok é muito mais que apenas dancinhas por lá!

Já o WhatsApp, Facebook e Instagram, todas redes sociais da Meta, figuram entre os primeiros colocados desde 2020. No próximo ano, esses canais devem continuar na dianteira!

Principais tendências para redes sociais em 2024

Agora, vamos ao que interessa: o que você deve saber para planejar conteúdo para redes sociais em 2024! Confira, na sequência, as principais tendências.

TikTok first

O TikTok segue ganhando destaque no mix de marketing digital das marcas e despontando como uma excelente oportunidade. Mais do que isso, o jeito TikTok de pensar e criar conteúdo transbordou para outros canais. Os Shorts do Youtube e os Reels são a maior prova disso!

O sucesso do TikTok estimulou Meta e Google a reorganizarem a entrega de conteúdo, criando novos formatos e atualizando o algoritmo, tudo para garantir que o usuário seja impactado por assuntos que, de fato, o interessam. 

Você sabe bem o quanto as taxas de entrega orgânica caíram nos últimos anos. As plataformas estão fazendo a parte delas e a sua Estratégia está atenta a tiktokzação dos algoritmos?

Na Masterclass “TikTok: onde as marcas precisam estar!”, nosso Co-CEO, Guilherme Abilhôa, nos traz a informação que o algoritmo da plataforma é sobretudo uma grande vantagem competitiva para as marcas. 

O TikTok entende o interesse do usuário e entrega aquilo que ele realmente quer assistir, trazendo visualizações QUALIFICADAS pelos temas que você escolhe falar, daí a importância de que as empresas construam narrativas inteligentes e adequadas à linguagem da plataforma!

Ou seja, o TikTok é um prato cheio para marcas, principalmente para aquelas que estão dispostas a ousar! Sim, ousar! Porque nós entendemos como pode ser disruptivo para uma diretoria aprovar um vídeo captado com smartphone, sem ambientação, maquiagem etc. Mas com isso podemos ajudar, basta nos chamar para um cafézinho

Mas adiantamos, uma das principais dúvidas sobre apostar no TikTok em 2024 parte do pressuposto de que só a geração Z está na plataforma de entretenimento. A verdade é que a demografia dos usuários mudou bastante, os millennials e os X’s ganharam terreno, estão aprendendo rápido e até trocando as pesquisas no Google pelo descobrir do TikTok. Veja o vídeo aqui.

Acredite, é nessa rede que o seu cliente vai estar! Mas relaxa, isso não quer dizer que você precisa aprender a fazer as tais dancinhas, pois os vídeos postados lá vão muito além!

Mídias sociais como estratégia de publicidade

Redes sociais não estão mais no underground do planejamento digital. Inclusive, precisam estar previstas no budget de publicidade online. Isso ocorre desde 2016 e a previsão para 2024 é de mais de U$750 bilhões investidos.

Sabe porque esse investimento todo? Porque funciona! Com uma estratégia certeira, pensada para um objetivo claro, é possível aumentar o alcance da marca, o número de clientes e, claro, o faturamento.

Sem falar que, em comparação com muitas formas tradicionais de publicidade, o investimento em redes sociais traz algumas vantagens, como:

  • Alcance global e segmentação de público-alvo: as marcas podem alcançar audiências em diferentes partes do mundo, assim como direcionar seus anúncios com base em dados demográficos, interesses, comportamentos online e muito mais.
  • Custo-efetividade: anúncios em redes sociais geralmente são mais acessíveis que em mídia offline, podendo otimizar o orçamento de acordo com o desempenho e sendo um trunfo para pequenas empresas que ainda não possuem grandes verbas para investimento em mídia paga.
  • Acesso a dados e métricas: as plataformas de redes sociais fornecem análises detalhadas sobre o desempenho dos anúncios, permitindo uma avaliação precisa do ROI (Retorno sobre o Investimento). Esses dados podem ser usados para ajustar estratégias, melhorar o direcionamento e otimizar o desempenho geral da campanha.

O segredo está em um dado importantíssimo: 44% dos brasileiros usam as redes sociais para encontrar produtos! Imagine só quanta gente não quer achar sua marca agora.

Suporte e relacionamento ao cliente

Não é de hoje que os perfis em redes sociais são usados para responder dúvidas de usuários e realizar o famoso SAC. As operadoras de telefonia no Brasil têm canais específicos para isso no Twitter, por exemplo. 

Em 2024, os usuários estarão mais à vontade para usar esses canais em toda e qualquer situação. Você já reclamou no Twitter? Com certeza muita gente já usou esse artifício para ganhar atenção de uma determinada marca. Em 2024 isso não deve mudar! 

Inclusive, o gerenciamento de risco aparece como destaque nas tendências em redes sociais. Recentemente, um curioso caso de frutas de cabeça para baixo gerou inúmeras medidas da marca. E esse é apenas um exemplo!

Mas, para isso, é preciso monitoramento! Você precisa saber o que e onde estão falando de sua marca 24 horas por dia. Calma que há plataformas que fazem esse monitoramento de forma automatizada.

Redes sociais como plataformas de compras

Não é porque as redes sociais devem estar no planejamento de publicidade que você vai transformar o perfil do Instagram em uma grande vitrine! Os usuários querem, cada dia mais, relacionamento.

Eles procuram entender quem é a marca por trás do produto, quais os valores defendidos e qual o impacto que essas empresas causam no mundo. 

Dito isso, elas serão uma ótima ferramenta para branding, mas também para venda. Inclusive, estão se preparando para ajudar você a oferecer seus produtos. O Instagram Shopping já está em funcionamento há alguns anos. E o TikTok Shop já está aberto lá fora. Em breve deve chegar ao Brasil.

Isso sem falar no WhatsApp Pay e nas funcionalidades do WhatsApp Business, facilitando as vendas através das redes sociais. Você já está pronto para aumentar a quantidade de canais de vendas do seu negócio?

Shorts vídeos e clickbaits!

O sucesso do TikTok se dá, muito, ao formato que ele propõe. Vídeos curtos, rápidos, com menos edição do que estamos acostumados e muito, mas muito conceito! A tendência para 2024 é essa dinâmica se espalhar ainda mais.

O YouTube já foi na onda e lançou seus próprios shorts vídeos. O Instagram, logo que o TikTok bombou, lançou os Reels e constantemente vemos efeitos divertidos, áudios que viralizam, dublagens e muito clickbait! E acredite, nem sempre isso é ruim.

O clickbait é uma estratégia mal vista por muitos usuários e nós sabemos que ele já foi um grande vilão. Mas a sua marca pode usar essa ferramenta para atrair o usuário e conquistar o coração dele. Não é preciso prometer algo falso ou enganar ninguém, basta alinhar o discurso para chamar atenção! 

Quer ganhar uma promoção no seu emprego em 2024? Eu te mostro como! 

Afinal de contas, conhecendo as tendências de redes sociais, você pode mandar bem demais no planejamento e conquistar uma nova posição.

Viu só? Nosso clickbait chamou sua atenção e não te enganamos!

UGC: seu usuário é seu influencer mais importante!

Levante a mão aquele que nunca pesquisou avaliações, reviews e outras informações de um produto nas redes sociais antes de comprar.

Quando diziam que na rede social que todo mundo tinha espaço, não imaginavam o quanto seria valorizado. Para marcas, saber o que é UGC (conteúdo gerado por usuário) é fundamental e a gente explica.

Se o “compre Bombril” conquistava nossos avós na televisão, estamos na era do “eu comprei, usei, gostei e estou indicando!”. Mais do que rostos famosos e conhecidos como embaixadores de marca, é preciso transformar o consumidor em um grande defensor do seu produto, nesse sentido, incluir UGC na estratégia para redes sociais, em especial no TikTok, é uma excelente pedida.

Não é “futurologia” acreditar que essa solução para executar estratégias em Redes Sociais está ganhando força e você precisa considerá-la.

Storytelling: faça a audiência se envolver com você!

É muito fácil se emocionar com aquele filme ou com a novela cheia de reviravoltas, e até mesmo com um comercial. Esse é o poder de uma boa história, independente do formato que ela é apresentada.

O storytelling permite que as marcas conectem-se emocionalmente com seu público-alvo. Ao contar histórias envolventes e autênticas, é possível despertar emoções que ressoam com os usuários, criando uma conexão mais profunda.

Além disso, narrativas bem construídas são mais memoráveis do que informações ou dados isolados. Afinal, o cérebro humano é naturalmente atraído por histórias, e as pessoas têm mais probabilidade de lembrar e compartilhar uma história impactante.

Sem falar que uma boa história mantém os espectadores envolvidos e interessados do início ao fim. Isso ajuda a prolongar o tempo que o público passa consumindo o conteúdo, aumentando as chances de interação, compartilhamento e engajamento com a marca nas redes sociais.

Em um mercado saturado, contar uma história única e autêntica pode diferenciar sua marca dos concorrentes. Pode ser divertido, emocionante, impactante, instigante. Conteúdo contado por meio de histórias agrega valor a seu consumidor.

Ferramenta de mensagem para negócios

Os anúncios no Facebook com o botão de “Enviar mensagem privada” foram uma grande aposta da Meta que vai continuar com tudo nesse ano. A ideia é levar a conversa entre marcas e clientes para um nível ainda mais pessoal. Pensando nisso, a empresa também expandiu as possibilidades com o Instagram e o WhatsApp.

Sem falar que o WhatsApp e o Facebook Messenger são canais que figuram entre os mais usados pelos brasileiros. Afinal de contas, a gente gosta muito de conversar, não é mesmo? É hora de aproveitar isso para sua marca!

Guia Rápido: Quais são as apostas para cada rede social?

Agora que já te mostramos as principais tendências para redes sociais, apresentaremos as apostas para cada uma. Dá só uma olhada:

TikTok

Mais oportunidades no app: O TikTok já vem testando uma função de “Nearby” no aplicativo. Com isso, uma das possibilidades para 2024 é vermos a seleção de conteúdos ao redor do usuário. E, assim, oferecer serviços como delivery e produtos de negócios locais.

TikTok fora dos EUA? Não é de hoje que o governo americano tenta reduzir o alcance do TikTok no território. Afinal de contas, a rede social é de uma empresa chinesa. Mas, para muitos especialistas, isso não passa de uma questão política e não deve ter muitos desdobramentos em 2024.

Instagram

Threads: A “rede social” irmã do Instagram ainda não encontrou seu lugar de consagração entre os usuários, mas está crescendo e pode se tornar ainda mais representativa em 2024. Talvez, até se descole um pouco do Instagram e seja mais independente.

Compras com RA: O lançamento dos óculos de Realidade Aumentada da Apple deu um novo gás ao mercado. E uma das tendências para 2024 em redes sociais é a possibilidade de compras com a tecnologia de RA no Instagram. Já pensou em experimentar um tênis em casa e comprar na mesma hora? 

Facebook

Recomendação por IA: Os usuários vão receber mais indicações de conteúdos a partir de Inteligência Artificial. A ideia é que os algoritmos aumentem seu aprendizado em relação às características de consumo e a tendência é tornar as indicações mais assertivas.

Vídeos e mais vídeos: Assim como acontece há alguns anos, os vídeos vão estar cada vez mais presentes no feed dos usuários. Sejam os Reels ou Stories, eles vão dominar a sua timeline!

X — Twitter

Foco nas notícias: O Twitter, chamado atualmente de X, sempre foi um grande hub de notícias e furos jornalísticos. Em 2024, a tendência é o aplicativo se manter e incrementar sua posição como um grande noticiário ao vivo e feito pelos próprios usuários. Casa bastante com o que falamos sobre UGC!

Transmissão esportiva: Faz um tempo que a rede social tenta se integrar ainda mais com transmissões esportivas. Em 2024, Musk deve retomar essa ideia para aumentar o tempo de permanência no app e trazer mais pessoas ainda para a rede social.

LinkedIn

IA nas mãos: Com a parceria com a OpenAI, dona do ChatGPT, o LinkedIn já oferece ferramentas como uso da IA na criação de resumos, prompts para posts no feed e artigos colaborativos. Em 2024, o foco deve ser tornar a experiência no aplicativo ainda melhor.

Verificação e segurança: Para evitar uso de bots e perfis fakes, o LinkedIn já anunciou que em 2024 vai melhorar seu processo de verificação dos usuários. Além disso, vai oferecer formas de verificação — como envio de documento de identidade — e colocar um aviso de “verificado” nos perfis.

O que não pode faltar no seu planejamento de mídias sociais em 2024

As tendências te dão uma pequena ajuda na hora de pensar o planejamento de redes sociais para 2024, mas elas não são as únicas coisas que você precisa ter em mente.

Confiança e originalidade na produção de conteúdo

Consumidores não compram apenas produtos, compram relacionamento. Eles não querem seguir uma loja, mas sim uma parceira, que traz soluções para a vida dos usuários. 

O conteúdo deve ser autêntico, gerar confiança nos usuários e refletir os valores e crenças da empresa. Uma forma de fazer isso é trazer para a frente das câmeras os C-levels

Mas não tenha medo de usar a IA para te ajudar na produção. Ferramentas como ChatGPT e Bard ajudam muito para te dar um norte, mas quem deve comandar a produção é você!

Atendimento e planejamento inteligente

O atendimento de qualidade, com planejamento para gestão de crises, deve estar ainda mais presente em 2024. 

Treine sua equipe para conversar com os usuários nas redes sociais, para lidar com haters e para atuar de forma preventiva em situações de crise. Todo mundo já sabe que bloquear usuários e apagar as críticas não é uma boa solução, certo?


Gostou do conteúdo, mas ainda quer uma mãozinha para arrasar nas redes sociais ao fazer o seu planejamento para 2024? Ainda tem dúvidas se vale a pena investir no TikTok em 2024? Leia mais e entenda como!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A Gummy tratará seus dados pessoais para fins de moderação, resposta aos comentários, inclusive, para entrar em contato. Para mais informações sobre como utilizamos os seus dados, consulte a nossa Política de Privacidade.

sobre o autor

Yuri Vellinho

Veja também:

Duas pessoas com celulares nas mãos.
6 passos para implementar uma estratégia de social media eficaz
Analisando métricas de redes sociais.
Métricas de redes sociais essenciais para medir o desempenho de suas campanhas
Instagram vs TikTok: o que muda?
Conteúdo para Instagram vs TikTok: o que muda?