Estratégia

O que é User Generated Content e como utilizar?

tempo de leitura 7 MIN

compartilhe

Sabe aqueles vídeos no TikTok que um influencer desafia o público a dançar uma nova música? Ou quando uma marca lança uma promoção em que você deve gravar um vídeo criativo? Esses são dois exemplos de estratégias de User Generated Content!

Afinal de contas, ninguém melhor para dar ideias e falar do seu produto ou serviço que o próprio usuário, não é mesmo? Além de que esta estratégia fornece ideias inovadoras para os profissionais de marketing pensarem em novas soluções e formas diferentes de agradar o público.

Quer saber um pouco mais sobre esse conceito? Quais são seus benefícios e como utilizá-lo nas suas campanhas? Então, confira o conteúdo que preparamos para você!

 

O que é User Generated Content? 

 

Em tradução literal, seria algo como Conteúdo Gerado pelo Usuário. Ou seja, como o próprio nome diz, é quando o cliente, de maneira espontânea ou não, contribui com algum material para a empresa.

Este tipo de conteúdo pode ser gerado de diversas formas. Pode ser um comentário em uma postagem, ou um vídeo para concorrer a uma promoção, ou até quando o cliente passa um feedback positivo e a marca usa como material de divulgação.

Isso só é possível porque, hoje em dia, o acesso à internet é algo mais democrático. E é justamente isto que permite que o público consiga dar feedbacks e opiniões a respeito do que consumiram, de maneira muito mais prática.

Antigamente, quando alguém comprava um produto e ficava insatisfeito com algo, era muito difícil e burocrático passar essa informação para a companhia. Hoje, somos incentivados a dar nossos relatos a cada compra que fazemos.

As pessoas gostam de compartilhar suas experiências de consumo e de saber o que os outros estão falando a respeito daquilo que desejam comprar.

Os estrategistas de marketing já perceberam o valor que esses depoimentos têm para atrair e fidelizar clientes. E é por isso que já existe um nome para essa estratégia: User Generated Content.

 

Quais são seus benefícios e vantagens?

 

Como essa é uma estratégia que utiliza os próprios clientes para gerar conteúdos para a sua marca, um dos principais benefícios está na assertividade que ela gera.

Afinal de contas, você está atuando em uma das maiores inseguranças que o público tem antes de consumir de uma nova empresa: “será que essa compra vale a pena?”.

E ninguém melhor do que quem já comprou do seu negócio para dar o testemunho que compensou dar um voto de confiança.

Outra vantagem muito legal do User Generated Content é que ele requer pouco investimento monetário. Portanto, apresenta um bom resultado com pouco dinheiro investido. Calma que vamos explicar melhor!

Todo mundo gosta de promoções e descontos, certo? Pois está aí a sua moeda de troca para poder utilizar o conteúdo do cliente nas suas ações de publicidade.

Ofereça um desconto, ou até um mimo, por exemplo, para aqueles consumidores que deixarem você publicar o material para atrair novos compradores.

Os dois lados saem ganhando e o cliente agraciado, muito provavelmente, se tornará ainda mais fã da sua marca.

Vale destacar também que esta estratégia pode ser uma ótima fonte de ideias para o setor de marketing, de desenvolvimento de produto/serviço e para a equipe de vendas.

Não importa o tamanho ou segmento, todo negócio encontra um momento de bloqueio criativo. Seja para criar novas soluções para o público, ou para descobrir como impactar as pessoas de uma maneira positiva.

É nesses (e em vários outros) momentos que você pode e deve contar com a as ideias do público para surpreender. Até porque, ninguém sabe melhor das dores e ambições dos consumidores, do que eles mesmos, né?

Por fim, ainda é possível citar que quanto mais as pessoas interagem com uma marca, mais elas se identificam com ela. Portanto, reservar um espaço para isso, é como diz o ditado: “unir o útil ao agradável”.

 

A motivação por trás do User Generated Content

 

Basicamente, o que leva alguém a gerar conteúdo para uma marca é se tornar útil de alguma forma. Seja por pura empatia, ou até com interesses por trás. 

Para compreender melhor, confira os 3 principais motivos que listamos:

 

Auxiliar outros consumidores

 

Um dos maiores benefícios que a internet trouxe, são as comunidades que se formam para ajudar uns aos outros. E o melhor: as pessoas fazem isso sem se conhecer, ou exigir algo em troca.

E é nesse sentido que muitos utilizam os canais de comunicação das marcas, para passarem feedbacks importantes a respeito do que compraram.

Para facilitar a compreensão, imaginemos que você tenha comprado um notebook de uma loja virtual. 

Geralmente, uma compra dessas demanda um grande investimento do consumidor, certo? De modo geral, para muitas pessoas, adquirir um item como esse, exige planejamento financeiro e muito sacrifício.

Sendo assim, se por acaso a loja ou o produto não atendeu às expectativas, você não vai querer que outras pessoas cometam o mesmo erro que você, certo?

Assim, você estará ajudando os outros a não tomarem decisões às cegas. Pelo contrário, fará com que levem em consideração a opinião de quem já comprou.

 

Ter reconhecimento da marca que estão consumindo

 

Cada vez mais, as pessoas querem se aproximar das marcas que consomem. Precisa existir um propósito, uma conexão, se não, as chances de compra diminuem.

Quando alguém está gerando um conteúdo para a sua empresa, é uma forma que ela tem de dizer “ei! Eu estou consumindo de você, mas eu quero que você saiba que eu existo”.

E quando essa pessoa recebe o devido reconhecimento, ela passa a ter um sentimento de pertencimento a respeito daquilo que está comprando.

Ou seja, não é mais apenas um simples consumidor, é também um influenciador das ações da marca.

 

Utilizar os canais de User Generated Content para autopromoção

 

Por fim, existem também os casos em que o motivo é um pouco menos altruísta, e tá tudo bem! rs 

Afinal de contas, não tem nada de errado em querer algo em troca de um conteúdo que gerou gratuitamente.

Esse ponto é o que motiva aquelas pessoas que participam de desafios lançados pelas marcas, por exemplo.

Se você segue um pequeno ou micro influenciador, já deve ter reparado como eles participam daquilo que está na moda nas redes sociais. 

Isso pode ser uma dança, uma dublagem ou até mesmo algo inusitado como derramar um balde de gelo em si mesmo.

É uma forma deles utilizarem a amplitude da marca para serem vistos pelo máximo de pessoas e ainda, quem sabe, a própria empresa enxergá-los como potenciais parceiros.

 

Como utilizar o conteúdo gerado pelo usuário?

 

Existem diversas maneiras de provocar o público a gerar conteúdos para a sua marca. Separamos aqui, uma lista com as principais. Confira!

 

Faça campanhas utilizando hashtags

 

Uma das principais formas que uma marca tem de incentivar e analisar o alcance de uma campanha voltada para User Generated Content é utilizando as hashtags.

Assim, cada pessoa consegue mostrar que está participando da ação e ainda gerar interesse de quem for impactado por aquela publicação.

 

Utilize seções de FAQ

 

Esta é uma das maneiras mais clássicas de incentivar o conteúdo gerado pelo usuário. Antes mesmo da internet, ela já era utilizada em meios de comunicação clássicos, como jornais e revistas.

O FAQ nada mais é do que um fórum de discussão e é algo muito valioso para as empresas que desejam compreender melhor o que os usuários pensam a respeito daquele tema/produto/serviço.

 

Integre depoimentos e avaliações

 

Como já mencionamos acima, depoimentos e avaliações são muito úteis para convencer novas pessoas a consumirem da sua marca.

Quando vamos pesquisar a respeito de alguma organização que não conhecemos, mas temos interesse em comprar, é muito comum analisarmos o que os clientes dizem a respeito daquele produto ou serviço, certo?

Pois então, esta deve ser uma estratégia primordial para qualquer negócio que deseja conquistar novos compradores.

 

Indique ao Google

 

Está pensando em inserir um conteúdo gerado pelo usuário na sua página? Então, saiba que é muito importante indicar isso ao Google.

Caso contrário, é possível que o seu site sofra penalização por estar utilizando materiais de terceiros sem autorização.

Na própria página da Central de Pesquisa do Google é especificado o modo correto de como fazer essa indicação, para que o mecanismo de busca compreenda como sendo um User Generated Content.

Independente de qual tipo de User Generated Content você escolher, é sempre bom contar com profissionais qualificados para aplicar essa estratégia da melhor maneira possível.

Mesmo que pareça algo fácil e intuitivo, pode virar uma grande dor de cabeça caso não seja feito com excelência.

Nós, da Gummy Conteúdo Digital, estamos prontos para montar os planos de marketing que mais se encaixem no perfil do seu negócio. Acesse nosso site e saiba o que podemos fazer para a sua empresa crescer!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A Gummy tratará seus dados pessoais para fins de moderação, resposta aos comentários, inclusive, para entrar em contato. Para mais informações sobre como utilizamos os seus dados, consulte a nossa Política de Privacidade.

sobre o autor

Beatriz Almeida

Beatriz Almeida é CMO da Gummy Conteúdo Digital, jornalista e especialista em Comunicação Estratégica. Acredita no poder do conteúdo para impactar pessoas e melhorar o mundo.

Veja também:

Mulher checando e-mails.
Campanha de e-mail marketing: 8 táticas para conseguir bons resultados
Pessoas reunidas na frente de papéis.
Estratégias avançadas de Marketing B2B: como impulsionar o sucesso da sua empresa
Analisando métricas de redes sociais.
Métricas de redes sociais essenciais para medir o desempenho de suas campanhas