Por que adotar um planejamento de conteúdo digital? Por uma questão de estrutura e de garantia. Desde que você saiba o que vai dizer, porque vai dizer e, claro, para quem será dito.

Isso significa que você deve reunir todas as ideias e intenções que você e sua equipe têm para alcançar o sucesso merecido na comunicação e organizar a maneira de colocar tudo em prática.

Neste conteúdo, falaremos sobre como fazer um planejamento de conteúdo digital perfeito. Então, se você está cogitando a ideia de produzir conteúdo, mas está com dúvidas de como fazer o planejamento, continue conosco!

Você lerá sobre:

  • Tópicos indispensáveis na hora de planejar conteúdo digital;
  • Como acertar no conteúdo também é uma estratégia de planejamento.

6 tópicos indispensáveis na hora de planejar conteúdo digital

Para criar o seu planejamento, você precisará considerar:

  1. Objetivo
  2. Persona
  3. Jornada de Compra
  4. CTA
  5. Distribuição
  6. SEO

1. Objetivo: o que você quer?

Quais são os objetivos com o conteúdo digital que você e sua empresa pretendem ter? Você precisa saber porquê entregará esse conteúdo. O que o move a produzí-lo?

Ao definir e analisar suas prioridades, você poderá traçar metas. A organização é uma boa aliada! Você deve estabelecer um calendário de ações, delimitando o que postar, como e onde fará a divulgação.

Mas esse é só o primeiro passo: é muito importante entender o marketing de conteúdo de uma forma ampla. Vamos lá?

2. Persona – com quem você deseja ou precisa se relacionar?

Ninguém produz para que o conteúdo não seja acessado, lido, visto ou absorvido por alguém, não é mesmo? É fundamental saber para quem se fala.

Conhecer a sua audiência é de extrema importância. É assim que você saberá o que dizer, quando, como e em quais canais poderá divulgar o conteúdo – que desenvolvido dessa maneira se torna muito mais interessante.

Quando você conhece a sua persona, dialoga com ela. E o que isso significa? Que você precisa sentir ou reconhecer as suas dores – a fim de oferecer soluções certeiras.

É muito mais fácil e eficiente compreender o que a sua audiência precisa e quer consumir do que simplesmente produzir um tipo de conteúdo que você simplesmente imagina que seja o ideal.

Ao ter essa resposta, você encurta o caminho e acelera o processo de comunicação.

3. Jornada de compra: indique o caminho!

Uma boa dica para você eleger temas e a forma de abordar o conteúdo de uma maneira relevante para sua audiência é fazer essa identificação por meio das etapas da jornada de compra.

Seguindo cada etapa, você produz conteúdo específico conforme o desenho que se revela no funil de compras da sua persona. Identifica o estágio em que ela se encontra e se concentra em ajudá-la a prosseguir até o próximo nível. Assim, vocês podem caminhar juntos até o momento da venda.

Uma forma de entender o que sua audiência necessita em cada etapa da jornada de compras é direcionando perguntas para cada estágio.

Com as respostas, você poderá conhecer de hábitos de consumo até os temas de interesse geral do seu público. Elas também são  uma boa maneira de descobrir quais os canais que sua persona utiliza para se informar.

Você poderá receber ainda informações valiosas sobre como a sua persona chegou até você. O que a fez pesquisar sobre determinado tema que a colocou em contato com a sua empresa? Essas respostas auxiliarão no momento de descobrir quais palavras-chave foram utilizadas por ela.

Que tal você perguntar qual é o problema ou necessidade de sua persona? Quais passos ela seguiu para identificá-los? E o que fez depois para alcançar a solução?

Essas respostas guiarão você a produzir conteúdos que possam reconhecer e solucionar essas necessidades.

Mas sua pesquisa pode ir muito além e revelar outras informações importantes para a sua produção de conteúdo digital perfeito: você pode pedir para seu cliente contar sobre a experiência de compra.

Reunindo as informações relevantes para cada etapa, será possível montar uma espécie de manual que poderá ser consultado a cada novo conteúdo produzido.

Blog, mídias sociais, e-mail, e-book, webinar… Para cada tipo de conteúdo, há uma linguagem específica. Você não pode se perder nessa forma de diálogo com sua persona, ok?  Aqui você encontra dez formatos de conteúdo para Inbound Marketing!

CTA – Vamos agir?

Ao ser aberta e traduzida, a sigla CTA (Call to Action) sugere a Chamada para Ação.

É quando você, literalmente, irá sugerir que a sua persona aja.

Ela pode ser induzida a compartilhar o que está sentindo, da mesma forma como poderá ser encaminhada para uma nova página.

Exemplo: se formos criar uma CTA ao final do texto, poderemos pedir para que você compartilhe a sua experiência com este material nos comentários.

Veja outras sugestões de CTA como modelo para visualizar as possibilidades dessa etapa do seu planejamento de conteúdo digital:

  • Que tal compartilhar este conteúdo?
  • Curta esse vídeo e assine o nosso canal!
  • Quer receber mais conteúdos como esse? Cadastre seu e-mail em nossa lista!

Lembre-se: uma boa chamada para ação é sempre imperativa e muito clara!

5. Distribuição: aonde queremos divulgar?

Já chegamos até aqui, e é bom que se diga: nem mesmo o melhor conteúdo do planeta será eficiente se estiver publicado no lugar errado!

Você pode se perguntar: onde publicar o conteúdo? Felizmente, há muitas plataformas para cada formato.

Sim, vídeos podem ser postados no Youtube, mas não precisam estar apenas lá, por exemplo.

Embora seja irresistível postar no Facebook, é importante que você alimente suas próprias páginas. Blog e site são essenciais: não esqueça que esses são os espaços verdadeiramente seus e de sua marca – e, também, o lugar onde você pode ser encontrado de forma orgânica por meio de uma pesquisa no Google ou outros buscadores.

Outra vantagem de ter domínio próprio é a possibilidade de publicar landing pages para capturar possíveis leads com facilidade.

6. SEO: esteja à vista!

Por meio da prática de SEO (Search Engine Optimization ou Otimização para Motores de Busca) você utilizará recursos eficientes para que seu conteúdo seja encontrado nas primeiras páginas de buscadores como o Google.

Faça uma pesquisa das palavras-chave para o seu conteúdo e produza textos otimizados com elas.

Há muitas formas de mecanismos de pesquisa, de utilização de palavras-chave para que você atinja com maior eficiência e até mesmo rapidez o que pretende alcançar.

Acertar no conteúdo também é uma estratégia de planejamento

Engaje a sua equipe para que todos possam contribuir com essa produção: ninguém conhece melhor o seu negócio do que você e seus colaboradores, certo?

Por meio de um planejamento de conteúdo digital, seguindo os passos que listamos acima, você estará preparado para começar!

O potencial cliente de hoje está muito bem informado. Ele quer ser convencido de que fará uma boa compra. A concorrência está afiada na entrega desse conhecimento também. Ninguém quer ficar para trás,

Então, não pense em oferecer um conteúdo que esteja abaixo da expectativa do seu potencial comprador. Até porque, se isso acontecer, ele não será mais o seu potencial comprador e, sim, o potencial comprador do seu concorrente.

Você já pensou em terceirizar essa grande responsabilidade?

Às vezes, pensamos em nos responsabilizar por todas as etapas do planejamento de conteúdo digital e acabamos comprometendo a qualidade da entrega. É o que acontece com boa parte das empresas que optam por internalizar toda a produção de conteúdo digital.

É possível terceirizar essa responsabilidade. Perceba quais são as vantagens de terceirizar a produção de conteúdo para Inbound Marketing.

Agências que produzem conteúdo já organizam todo o planejamento. Você pode terceirizar o serviço, mas ainda fará parte do processo, contribuindo com sugestões e emprestando seu expertise para a definição das pautas.

Se você gostou dessas dicas sobre como fazer um planejamento de conteúdo digital perfeito, aqui vão outras estratégias de conteúdo para marketing digital que também podem ser úteis.

Até a próxima!

Contato