No jogo da conquista, conhecer o outro é fundamental para ter sucesso! Poderíamos estar falando do seu/sua crush mas, na verdade, o assunto de hoje são as personas para o Marketing de Conteúdo. Acontece que existem semelhanças entre nossas relações pessoais e nossas relações comerciais. Afinal, em ambos os casos estamos falando, sobretudo, de pessoas.

O objetivo do Inbound Marketing é atrair, cativar e fidelizar relações produtivas para sua empresa. Buscando ao máximo “ganhar o coração” de cada lead. Porém, para isso, precisamos primeiro garantir que falamos a mesma língua e que nossos correspondentes têm interesse no que temos a dizer. 

Nesta postagem, você vai ler sobre:

  • Como criar uma persona adequada para seu modelo de negócios;
  • O que são personas para o Marketing Digital;
  • Como criar uma persona e alinhá-la com a jornada de compra.

 

O que é uma persona?

Antes de explicarmos como criar uma persona, é importante esclarecer o que ela é:

Eustáquio, o Contador.

Marina, a Gestora de Organização Não Governamental.

Maurício, o publicitário.

Estes são nomes comuns para personas.

Personas são representações ficcionais e generalizantes de pessoas reais. Sejam elas consumidoras ou indivíduos que podem gerar negócios para uma empresa.

Personas são criadas por empresas e agências de marketing, branding e publicidade. Com o objetivo de auxiliar uma marca em seus esforços de comunicação, marketing, design e vendas. 

Compreender como criar uma persona pode, sobretudo, propiciar uma melhora no próprio esforço de produção. E o motivo da melhora é que a criação de personas permite que o trabalho seja mais preciso, atingindo as pessoas certas e desenvolvendo conteúdos que vendem.

Persona vs. público-alvo

Soou familiar para você? Semelhante a um termo muito conhecido dentro do Marketing: público-alvo? Certamente, sim. Porque a persona é uma evolução e refinamento do antigo conceito de público-alvo.

Sobretudo, é bom você entender desde já que estes termos não são sinônimos!

O público-alvo é uma noção de cliente ideal muito generalista e rudimentar. Ele compreende o público somente em termos mais abrangentes, considerando uma parcela da sociedade que você deseja atingir.

 

Por exemplo: 

Homens e mulheres, na faixa etária dos 30 anos, jovens empreendedores, com renda média mensal de R$ 3.500. Gostariam de expandir seus negócios e aumentar o alcance da marca.

Percebe como esta descrição pode abranger tantas pessoas que chega a ser um recorte quase irrelevante? É por isso que a persona busca definir em detalhes o seu cliente ideal para gerar o efeito de hiper-personalização da jornada de compra.

No método de como criar uma persona criamos um nome para este cliente ideal. Imaginamos sua vida, seus temas favoritos, sua forma de ver o mundo. É como criar um personagem fictício que representa o cliente que você gostaria de ter em sua empresa!

Veja a seguir como criar uma persona e um exemplo bem detalhado de uma persona que com toda certeza você já conhece:

 

Como criar uma persona

A Gummy adota um processo distinto de outras produtoras de conteúdo para criar personas. Logo, acompanhe o nosso passo a passo de como criar um persona. Assim, você poderá se inspirar em técnicas validadas no mercado! 

#1. Organização dos dados disponíveis

Organize informações básicas a respeito de clientes ativos e de prospects que não se tornaram clientes, mas que você gostaria de ter convertidos. De negócios que você gostaria de ter fechado.

Utilizaremos como exemplo uma figura conhecida para você ter uma ideia mais precisa de como classificar os dados que você já possui acerca de sua persona.

Barack Obama

como criar uma persona barack obama

Dados Explicação
Idade 57
Cidade/UF Honolulu, Havaí
Cargo Gestor de Organização Não Governamental
Empresa Fundação Obama
Canal de Aquisição Pesquisa Orgânica Por onde chegou até você. Indicações são um canal.
Canais mais frequentes Facebook Portal CNN< Real Clear Politics e ABC News Portal
O que pode levá-lo à aquisição Qual a provável dor que o levará a adquirir o produto ou serviço?
Redes Sociais https://www.facebook.com/barackobama/

No caso de Obama, ele não é um cliente ativo da marca. Portanto, é interessante obter informações armazenadas a respeito de quem já comprou o produto, organizar em colunas subsequentes e fazer um estudo comparativo.

Uma vez esgotados os dados já conhecidos da persona, é válido complementá-los com novos dados que você possa coletar. Isto pode ser feito através de entrevistas com clientes atuais da marca. Basta criar um roteiro com perguntas que façam sentido para gerar formas de criar conteúdos mais engajadores.

Se precisa de algo mais rápido, uma ótima opção é o gerador de personas, ferramenta formatada para você criar personas com base no conhecimento que você detém sobre seu público-alvo.

#2. Netnografia

É o grande diferencial do nosso método de criar uma persona efetiva. Aplicar técnicas netnográficas na análise dos perfis em redes sociais dos prospects e clientes ativos.

Como fazer isso? Para entender de vez os hábitos, preferências e dificuldades enfrentadas pelo seu público-alvo, comece verificando canais em que ele costuma gerar discussões.

Se seu produto responde a uma dor ou interesse específicos, considere navegar em fóruns e grupos de redes sociais destinados à área de atuação em que seu serviço ou produto se insere. Procure entender quais são as principais dúvidas e dificuldades enfrentadas pelo seu público-alvo através desta amostra.

Isto costuma funcionar bem para definição de personas de empresas B2B, uma vez que o mercado opera de forma mais previsível que o de lâminas de barbear, por exemplo.

Agora, se você é uma empresa ou uma agência que precisa direcionar seus esforços de marketing para o público final, a dica também funciona. Contudo, é preciso ter um olhar mais clínico.

Considere, ainda, utilizar formulários para entender melhor o seu alvo. Sempre incluindo questões estratégicas que permitam compreender quais interesses e dores do prospect podem ser respondidas pela composição, comunicação e apresentação do produto ofertado. 

#3. Cruzamento dos dados

Cruze as informações e estabeleça paralelos entre os consumidores e os prospects da marca, suas informações disponíveis online e extrapolações lógicas. 

A partir desta análise de dados comparados, você terá as informações que precisa para validar e entender se suas personas são adequadas para criar um conteúdo épico ou se ainda precisam de ajustes.

#4. Reduzir para simplificar

O cruzamento de dados ajudará a reduzir informações de pessoas semelhantes. Agrupe dados de personas que se parecem até chegar a uma amostra de, no máximo, dois ou três perfis para quem o seu produto será relevante.

#5. Personificação

É muito mais fácil desenvolver uma relação de empatia e conhecimento quando sabemos o nome das coisas. Com as personas não é diferente: crie nome fantasia, destacando a função e algum dado demográfico.

Empatia é o segredo de como criar uma persona efetiva!

#6. Experiência faz a diferença!

Utilize sua experiência comercial acumulada, seu conhecimento do público e faça uma reflexão pertinente a respeito dos perfis traçados até então. Capriche na complementação dos perfis, presumindo dores, necessidades e desafios de cada um deles.

Agora, finalmente, você tem suas personas. Para completar os perfis e ter uma persona sensacional, questione-se sobre cada uma delas seguindo um roteiro que inclua:

  • Problemas que a pessoa está tentando resolver;
  • O que essa pessoa mais precisa?
  • O que essa pessoa precisa e sua marca pode fornecer?
  • Quais informações ela buscará para resolver seu problema?
  • Quais informações ela buscará online para achar o que precisa?

Respondendo a estas questões, você terá material para fazer um alinhamento das personas. Buscando descobrir também como elas se comportariam em cada etapa da jornada de compra. 

Detalhando estes aspectos no seu guia de personas, será possível direcionar a produção de Inbound Marketing para cada parte do funil com precisão e ter mais chances de obter sucesso.

Ufa! É trabalho pra caramba, certo? Mas também não é nenhum monstro de sete cabeças. O processo de como criar uma persona é simples. Porém, necessita de muito esforço e dedicação para fazer uma coleta de informações rica e aprimorar constantemente conforme as respostas do mercado. 

É um trabalho que não termina nunca e precisa ser acompanhado de perto. Logo, é válido considerar trabalhar com uma produtora de conteúdo, que o auxiliará ao longo de todo o processo. Uma produtora pode ajudá-lo a criar personas ideias, na produção de conteúdos e até no planejamento e alinhamento da estratégia de Inbound! 

Desse modo, você não se sobrecarrega e pode focar sua atenção em outros aspectos da gerência de Marketing que precisam ser alinhados para trazerem resultados.

Qual método funciona melhor para você? Basta escolher e apostar suas fichas no caminho certo! 

Agora, se você estiver considerando a possibilidade de contar com o apoio de uma produtora, sugerimos a leitura deste blogpost. Nele, oferecemos dicas valiosas para você não errar a mão na hora de fechar esta parceria.

Até mais! 😉

 

Contato