Roteiro para vídeo online: tudo o que você precisa saber

Roteiro para vídeo online: tudo o que você precisa saber

Quando a assunto é conteúdo digital, dá licença: os vídeos vêm na frente! Eles são verdadeiros donos da p* toda, sendo o formato preferido de 68% dos consumidores, segundo estudo da HubSpot.

Logo, nesse cenário, aprender a montar um bom roteiro para vídeo é fundamental para obter sucesso na sua estratégia de conteúdo.

Como está a produção de vídeos no seu plano de Inbound? Quer acrescentar mas não tem ideia de como garantir a qualidade? Nós podemos ajudá-lo!

Preparamos este post para tirar todas as suas dúvidas sobre roteiros para vídeo online. Desse modo, você terá tudo que precisa para planejar, produzir e veicular conteúdos incríveis e que vão gerar muitos leads para sua empresa!

Você vai ler sobre:

  • A importância do planejamento do roteiro para vídeo;
  • Os diferentes tipos de roteiros para vídeo;
  • As etapas de criação de um bom roteiro para vídeo.

A importância do planejamento do roteiro para vídeo online

Já falamos muito sobre as vantagens do Vídeo Marketing e o fato de que esta é, definitivamente, a maior tendência do Marketing Digital para 2019. 

Para não nos repetirmos demais, você pode clicar aqui e ler tudo sobre as vantagens do uso de vídeos no Inbound.

O principal é saber que 87% dos profissionais de marketing já utilizam esse formato, ainda segundo pesquisa da HubSpot. Dentre todos os adeptos do Vídeo Marketing, 83% afirmam ainda, com certeza, que o Retorno Sobre o Investimento (ROI) da estratégia é vantajoso para a empresa e promove crescimento nos negócios.

Nosso foco, portanto, será naquele que é a base de qualquer conteúdo audiovisual: o roteiro para vídeo online.

Podemos dizer que o roteiro é a base da estratégia de Vídeo Marketing, pois sem ele os conteúdos seriam uma verdadeira bagunça. O roteiro para vídeo é justamente o documento que serve para organizar tudo que é referente à criação audiovisual.

Nele estão contidas informações como:

  • Descrição e ordem das cenas;
  • Locais de gravação;
  • Personagens e suas especificações;
  • Tom de voz e noções de direção que devem ser aplicadas;
  • Equipamentos e outras necessidades técnicas da gravação;
  • Indicações para a edição de vídeo;
  • Texto de todos os diálogos que serão apresentados.

Sem um documento para unificar todas essas informações em um lugar só, seria muito difícil gerir um projeto dessa natureza: são muitas coisas acontecendo ao mesmo tempo e diferentes profissionais envolvidos. 

Se o roteiro para vídeo não estiver adequado, é possível que até mesmo conflitos apareçam em meio à equipe – o que pode prejudicar a produção! 

Vídeos incríveis, resultados ainda melhores

Além disso, o roteiro para vídeo acelera o tempo de produção e otimiza os resultados. E essa é parte que mais deve interessar a você enquanto gestor(a) do Marketing de uma empresa: de acordo com a Forbes, 90% dos usuários acreditam que os vídeos influenciam na decisão de compra.

Isso quer dizer que se você apresentar ao seu público um vídeo mal feito, o resultado será negativo. 

A falta de qualidade tira a credibilidade do seu serviço e desencoraja o lead a prosseguir na jornada de compra. Por outro lado, um vídeo com primor técnico atrai e traciona o lead, aumentando (e muito!) as chances de venda.

Enfim, não é difícil saber de qual lado você deseja estar, certo? Então, capriche no roteiro para vídeo com as dicas que virão a seguir! 

Os diferentes tipos de roteiro para vídeo online

Bem, considerando que o roteiro é uma prática comum para qualquer produção audiovisual, existem diferentes tipos de roteiro para vídeo. Afinal, uma produção cinematográfica é bem diferente da produção de um vídeo para Marketing Digital, certo? 

A menos que a proposta seja causar um efeito cinematográfico, sim! Afinal, o recente vídeo comercial da Renault inspirado em Caverna do Dragão deu o que falar! A produção quase cinematográfica junto da releitura de um clássico que marcou gerações teve um efeito incrível! Tá por fora? Dá uma olhada no conteúdo:

INSERIR VÍDEO – https://www.youtube.com/watch?v=kC9-bfsNne8

Produções de vídeos para Marketing Digital costumam ser mais simples e menos custosas. Especialmente em empresas de médio e pequeno porte. O objetivo é chamar a atenção do lead e fazê-lo lembrar de sua marca

Dito isso, esses são alguns tipos de roteiro para vídeo online que você pode aplicar na sua estratégia:

1) Texto direto:

Esse talvez seja o modelo de roteiro para vídeo online mais simples de todos. Como o próprio nome já diz, ele é caracterizado pela apresentação de todos os detalhes em um texto corrido. 

É uma grande descrição sobre tudo que acontecerá no vídeo, de forma simples e direta. Como em uma redação, você deve descrever exatamente o que acontece na imagem e quando as falas entram – sejam elas um diálogo ou uma narração.

Esse tipo de roteiro é bom para quem trabalha sozinho e tem uma ideia clara do que pretende fazer em mente. De modo que o texto serve apenas como um guia geral. 

Também é uma excelente alternativa para vídeos narrativos que demandam pouca edição de imagens – como tutoriais ou vídeos explicativos, por exemplo. 

2) Técnico:

O roteiro técnico também é bastante simples, pois seu objetivo é ser compreensível por toda a equipe envolvida. 

Isso inclui também pessoas que podem não ter familiaridade com a linguagem audiovisual. Portanto, deve ser escrito de forma que permita a qualquer um ter uma boa ideia de como será o resultado final do projeto.

Nesse modelo, deve-se dividir o roteiro em duas colunas: uma para a descrição de tudo que faz parte do áudio e outra com todos os elementos de vídeo. Também é possível incluir uma terceira coluna contendo a duração de cada item para tornar o roteiro para vídeo ainda mais preciso. 

3) Espelho:

Também conhecido como roteiro de 5 colunas, esse é um dos modelos mais detalhados de roteiro para vídeo. Pela quantidade de informações, costuma ser muito utilizado, pois é bastante simples e assertivo.

As colunas que organizam o roteiro Espelho são:

  • Número/nome da cena;
  • Personagem/emissor da fala;
  • Texto falado
  • Letterings;
  • Descrição de todas as ações que compõem a cena.

Por meio desse modelo é possível oferecer orientações minuciosas e aprofundadas. Isso garante mais controle sobre o resultado final e a certeza de um conteúdo de qualidade.

Esses três modelos são exemplos que podem ser misturados, alterados e apropriados do modo como for melhor para sua estratégia. 

Cada material tem suas próprias necessidades e cabe ao diretor(a) de Marketing avaliar a mais adequada para cumprir seus objetivos. O principal é ficar atento às etapas de produção – que são fundamentais para o sucesso do vídeo.

Etapas de criação do roteiro para vídeo online

Processos bem estruturados são tudo dentro de uma empresa! E no departamento de Marketing não é diferente. 

Por isso, essas são algumas etapas que você precisa considerar na hora de criar um roteiro para vídeo:

1- Planejamento:

Toda empreitada é mais bem sucedida com um planejamento adequado. Antes de partir para a prática é importante ter em mente quais são os seus objetivos e como abordá-los dentro do material.

Isso começa pela definição do tema e dos objetivos específicos de cada conteúdo. Ou seja, sobre o que você quer falar e o motivo pelo qual quer falar disso. 

Pode ser um conteúdo voltado para atração, venda ou ainda para a instrução dos clientes sobre o uso do produto. É tudo uma questão de escolha!

Depois, cabe planejar o percurso para alcançar o objetivo. Naturalmente, seu material deve ter um início, meio e fim. 

Na hora de produzir o roteiro para vídeo isso quer dizer planejar uma introdução ao tema, o desenvolvimento do conteúdo e o encerramento para tornar evidente a mensagem principal. Pense também na duração de cada conteúdo e o ritmo que você gostaria que o material tivesse. 

2- Adequação à persona:

A segunda etapa é avaliar se o planejamento do roteiro está de acordo com os interesses de suas personas e adequar o que for necessário.

Nesse momento, você precisa realizar um estudo aprofundado das personas da empresa. 

Observe questões como:

  • Dores enfrentadas;
  • Temas de interesse;
  • Assuntos que estão na moda e são relevantes para elas.

Uma forma de conseguir esse tipo de informação é  pesquisar em plataformas para levantamento de keywords, grupos que a persona participa em redes sociais e até entrevistas dos seus clientes.

Feito isso, adeque a linguagem para gerar rapport com seus leads. Use um tom de voz e vocabulário coerente com o público-alvo para garantir engajamento e qualidade de comunicação.

3- Finalização:

O último passo é acertar os detalhes finais do roteiro para vídeo.

Primeiramente, faça uma boa revisão em todo o material produzido até o momento. Corrija os erros de português do roteiro, verifique se a listagem de equipamentos está completa e assim sucessivamente . 

Depois, escolha os Call To Action adequados para cada conteúdo. É muito importante definir bons CTAs, pois são eles quem garantem o tracionamento do lead pela jornada do consumidor.

Por fim, verifique se as indicações de edição e pós-produção também estão coerentes para garantir que não terá nenhuma surpresa desagradável no material finalizado. Quando tiver certeza de que está tudo certo, comece a pensar na produção e divulgação.

Tá vendo como não é tão difícil? É trabalhoso, mas perfeitamente possível e muito vantajoso para a estratégia de Inbound! Em caso de dificuldades, nunca se esqueça de que é possível contar com produtoras de conteúdo.

Terceirizar a produção com uma agência especializada lhe poupa tempo e esforço que podem ser direcionados para a gestão de outros aspectos da estratégia de Marketing Digital. Avalie qual alternativa vale mais a pena para você e vá fundo nela! 

O que não pode é ficar no basicão e acabar perdendo espaço no mercado para concorrentes com estratégias mais atuais e dinâmicas.

E aí, bora produzir? Seus leads e clientes certamente ficarão mais satisfeitos com o uso desse formato que é o grande favorito da vez! A gente tem certeza da eficiência desses materiais e estamos disponíveis para ajudar caso seja necessário! 

Que tal aproveitar e já baixar um material rico sobre como produzir vídeos para Marketing Digital? Basta clicar aqui!

Até mais! 🙂

 

Vídeo case: entenda o potencial desse formato para gerar vendas

Vídeo case: entenda o potencial desse formato para gerar vendas

É comum profissionais do Marketing Digital criarem estratégias Inbound focando somente em conteúdos de topo e/ou meio de funil.

Claro que instruir o lead é importante, mas também é fundamental desenvolver materiais que direcionam o lead para o final da jornada de compra.

O que não falta são possibilidades: vídeo case, institucionais, unboxing, apresentações sobre os produtos e soluções, entre outros.

O principal é mostrar as vantagens de contratar seus serviços ou adquirir seus produtos de maneira clara e agradável. Em outras palavras, ser comercial de uma forma não agressiva.

Neste post, apresentaremos o formato vídeo case: um conteúdo simples, mas poderoso, pois ativa gatilhos mentais e tem enorme influência na tomada de decisão do lead.

Você vai ler sobre:

  • Como produzir vídeo case para finalizar a estratégia de Inbound
  • De que maneira o vídeo case ativa gatilhos mentais importantes
  • Por que vídeo case é a melhor opção para expor o seu sucesso

O verdadeiro potencial do vídeo case

Sabe quando você está com um problema, mas fica sem adquirir algo por não ter certeza se aquilo realmente funcionaria? Já deve ter passado por esse tipo de situação, não é mesmo? E o que fez para resolver este impasse?

Geralmente,  o caminho mais lógico é buscar referências e depoimentos de outras pessoas para descobrir como foi a experiência e saber se correspondem às suas necessidades.

Isso acontece, pois este é um dos principais mecanismos da mente humana para avaliar uma oportunidade e tomar sua decisão. Quem explica é o psicólogo e também especialista em Marketing, Robert Cialdini.

Ao longo de seu trabalho, Cialdini dedicou-se a compreender os aspectos psicológicos por trás da persuasão. Com isso, ele chegou até os chamados gatilhos mentais, os quais atuam no inconsciente dos consumidores.

Ficou curioso? No vídeo abaixo, você pode conhecê-los e ver a explicação sobre cada um:

Para entender o potencial do vídeo case, nos interessam, principalmente, dois gatilhos: prova social e autoridade. Entenda mais sobre eles, a seguir!

Prova social

Este gatilho mental aponta que as pessoas tendem a confiar naquilo que já foi aprovado por outras com as quais se identifiquem.

E isso vai além, uma vez que os consumidores não apenas acreditam, como ainda repetem comportamentos de outros indivíduos em nome de uma conformidade social.

Dá uma olhada no experimento, realizado pela série Brain Games (ou Truques da Mente), para comprovar o comportamento de conformidade:

Visto dessa forma, chega a ser engraçado o modo com pessoas são induzidas pelas outras. Porém, é uma prova concreta e inegável de que as ações inspiram atos semelhantes entre grupos com algo em comum.

Certamente, as suas personas também serão impactadas ao assistir a um vídeo case de sucesso de terceiros que já passaram pelas mesmas dores.

Autoridade

Já o gatilho de autoridade, é simples e lógico. Basicamente, tendemos a confiar e seguir as indicações daqueles que reconhecemos como uma autoridade, em determinado contexto.

Se o médico lhe diz que você está com tal problema e deve tomar remédio, provavelmente, você seguirá a recomendação.

Por outro lado, se outra pessoa qualquer, sem conhecimento em Medicina, indicar uma cápsula, é prudente não fazer uso!

Por isso, a necessidade de desenvolver conteúdos que validem os conhecimentos da sua empresa como uma autoridade no setor.

Aqui, temos mais um exemplo do poder deste gatilho. Em seu experimento, Stanley Milgram comprova como a indicação de uma figura de autoridade pode levar pessoas a mudarem as suas opiniões, até mesmo as mais convictas.

Observe:

Chocante, não é? O mais interessante é que, em ambos os exemplos, isto ocorre de forma inconsciente.

É o principal motivo pelo qual a técnica dos gatilhos funciona muito bem quando aliada à estratégia de Marketing e Vendas.

Ainda precisamos dizer que um case bem construído é o formato perfeito para mostrar o seu sucesso, ganhar autoridade e inspirar novos clientes?

Ele conclui, com maestria, qualquer estratégia de conteúdo. Pois faz com que o lead tenha a certeza de que os benefícios são reais e que a empresa por trás da solução é realmente confiável.

Os elementos que tornam o vídeo case uma tendência irreversível

Entendemos que cases são fundamentais para o sucesso de uma estratégia de marketing. Mas por que utilizar o formato em vídeo?

O vídeo case – assim como todos os outros formatos de Vídeo Marketing – alcançou o seu auge.

Afinal, aproximadamente 85% das pessoas que assistem a vídeos de produtos e/ou serviços sentem-se mais inclinados a fazer uma compra.

Este é um número bastante expressivo, concorda? E não poderia ser diferente, já que as vantagens são diversas! Conheça algumas:

A versatilidade no funil de Vendas

Os formatos em vídeo são aplicáveis em todas as etapas do funil. Mas, no que se refere ao vídeo case, podemos usá-lo da seguinte forma:

  • Topo: Cases que resolvem problemas comuns e relevantes;
  • Meio: Cases que ensinam um passo a passo para a solução;
  • Fundo: Cases que comprovam a eficiência da solução com depoimentos.

Um vídeo vale mais do que 1 milhão de palavras

Estudos da Forbes comprovam que a informação, quando absorvida em 1 minuto de vídeo, equivale a 1,8 milhão de palavras escritas.

Isso porque o nosso cérebro assimila melhor quando estimulado em diferentes canais, ao mesmo tempo.

Este é o motivo pelo qual gostamos tanto das produções audiovisuais, seja para lazer ou tomadas de decisão.

O vídeo case como uma estratégia mais humana

Como vimos, a conformidade social é uma ferramenta poderosa e depende da identificação para funcionar.

Ao utilizar o vídeo case dentro da estratégia Inbound, você permite que o lead enxergue a si mesmo na experiência do outro.

Com uma delimitação eficiente das personas, imagina-se que o perfil entre seus clientes e prospects seja semelhante.

Logo, a exposição de dados e depoimentos verdadeiros será o suficiente para gerar rapport e tracionar o lead ao longo do funil de Vendas.

Portanto, não perca tempo! Entre em contato com aqueles que tiveram melhores resultados e convide-os a participar deste material.

Faça com que isso soe elogioso, demonstrando o interesse em apresentar o trabalho em conjunto de vocês como algo exemplar.

A única coisa que não vale é contar mentiras. Afinal, um cliente iludido torna-se detrator da marca. E, definitivamente, não queremos isto!

Aproveite para conhecer outras vantagens, no eBook disponibilizado abaixo:

gerar resultados com vídeo

Até mais!

 

A importância do marketing de conteúdo para vendedores

A importância do marketing de conteúdo para vendedores

O marketing de conteúdo é uma estratégia que utiliza diversas frentes – como artigos, ebooks, infográficos, webinars, vídeos, eventos, SEO, mídias sociais e muito mais – para criar reconhecimento de marca e atrair novos negócios. Mas você sabe qual a importância do marketing de conteúdo para vendedores?

Ao contrário do tradicional outbound marketing, no qual os profissionais tentam encontrar clientes e prospectar novos leads, o inbound marketing (também conhecido como marketing de conteúdo) desperta a atenção dos usuários e torna a empresa mais fácil de ser encontrada na internet.

E engana-se quem pensa que apenas a equipe de marketing é responsável pelo marketing de conteúdo e o time de pré-vendas responsável pela prospecção (outbound marketing). Talvez, há um tempo atrás, isso fizesse sentido, mas hoje…

A mudança de pensamento pode revolucionar por completo os resultados da sua empresa! Quer saber mais? Continue a leitura e entenda o que o marketing de conteúdo tem a ver com sua equipe de vendas!

 

Os benefícios do marketing de conteúdo para os resultados da empresa

O marketing de conteúdo oferece inúmeros benefícios e isso é incontestável. Quando utilizado de forma eficaz, pode:

  • Fortalecer a marca da empresa;
  • Influenciar futuras compras;
  • Incentivar compartilhamentos nas mídias sociais e aumentar o alcance da sua mensagem;
  • Empoderar os clientes em tomadas de decisão;
  • Ajudar nos esforços de otimização dos mecanismos de busca (SEO);
  • Permitir que os clientes se envolvam com a marca de acordo com a necessidade;
  • Gerar leads qualificados com um menor custo (quando comparado ao marketing tradicional);
  • Entre outros benefícios.

Resumindo, ao contrário das iniciativas de marketing tradicionais, os esforços do marketing de conteúdo se desenvolvem com o tempo, não apenas momentaneamente. Afinal, um conteúdo forte oferece muitos benefícios a médio e longo prazo.

À medida que o conteúdo começa a rampear nas pesquisas do Google, ele pode se tornar uma fonte contínua de tráfego no seu site, ajudando até mesmo na otimização de mecanismos de busca (SEO), compartilhamentos em mídias sociais e boca a boca.

Mas afinal, o que o inbound marketing influencia nas vendas da sua empresa? Calma! É o que veremos no próximo tópico:

 

A importância do marketing de conteúdo para vendas 

Para substituir táticas de marketing desatualizadas, as empresas estão implantando novos métodos voltados para a conscientização, desenvolvimento de relacionamentos e a geração de leads.

Basicamente, o inbound marketing atrai clientes para que você não precise ir atrás deles. E ele também ajuda os clientes em potencial a encontrar sua empresa nos estágios iniciais de seu processo de tomada de decisões, o que leva a uma influência mais forte em suas futuras decisões de compra.

Mas hoje, muitas empresas não entendem a construção do conteúdo como uma obrigação da equipe de marketing. Ela é (e deve ser) uma construção de todas as áreas, por isso, a contribuição do time de vendas se faz necessária.

E você sabe como a sua equipe de vendas pode ajudar o time de conteúdo a desenvolver informações e conteúdos cada vez mais precisos? Prepare-se para as dicas!

 

Como um vendedor pode ajudar e se beneficiar do marketing de conteúdo

A diferença entre bons vendedores e grandes vendedores é impressionante.

Bons vendedores, na maior parte do tempo, simplesmente atingem suas metas. Os grandes vendedores não apenas atingem o número de forma consistente, mas ganham a confiança e o respeito de seus clientes em potencial.

Por isso, atingir a meta faz parte de fazer um bom trabalho. Mas ir além, pode fazer os seus vendedores tornarem-se grandes percursores da sua marca.

Ou seja, o vendedor não precisa esperar que os leads (inbound ou outbound) venham prontos para construir o seu pipeline. Ele pode colaborar para trazer leads ainda mais qualificados e aumentar a probabilidade de fechar uma venda. Como? Utilizando três etapas básicas:

Atrair

O vendedor deve mostrar aos seus prospects que podem confiar nele para ajudá-los a resolver problemas. Afinal, ele está oferecendo a solução ideal, não é mesmo?

Colocar uma mensagem no agendamento da reunião ou no primeiro e-mail mostrando que aquela conversa e a reserva do tempo em sua agenda valerá a pena, pode ajudar a passar ainda mais confiança ao lead, diminuindo a taxa de no-follow.

E como fazer isso?

A dica é: além do conteúdo de qualidade, você deve criar um conteúdo sensacional!

Essa dica mostra a efetividade do marketing de conteúdo para vendas complexas. Incentive os seus vendedores a enviarem um conteúdo que faça sentido para ele! Que ele vá olhar e pensar “é isso mesmo que eu estava procurando!

Além disso, use uma ferramenta como um Software CRM para ajudar a organização nas etapas de cada vendedor. Você pode por exemplo, ver quantos prospects estão ativos e com chance de fechamento. Ou até mesmo quantas ligações os seus vendedores estão fazendo por dia.

Ah! E não esqueça de utilizar as conversas e chamadas para passar feedback ao seu time e entender pontos de melhoria. (isso é extremamente importante).

 

Engajar

Manter contato com os potenciais clientes e personificar a mensagem é um dos meios mais efetivos para conquistar um cliente.

Rastreie quanto tempo as pessoas estão gastando com o conteúdo e automatize partes do processo de vendas criando sequências de e-mail e automação de marketing para poder continuar contato com o prospect e mantê-lo um lead quente.

É importante criar um cronograma que disponibilize consistentemente conteúdo novo e relevante para continuar engajando seu público. Lembre-se de que seu tema deve estar focado nos problemas do cliente, não no seu negócio.

Converter

Reuniões, conversas e citações não apenas facilitam a vida do seu vendedor – elas facilitam a vida de seus clientes também. Por isso, torne seu processo de vendas o mais agradável possível para seus clientes.

Não existe uma única estratégia de marketing de conteúdo para vendas que funcione perfeitamente. Você, como gestor de vendas, deve incentivar a sua equipe a testar e mensurar o retorno para encontrar a mais efetiva e que a que traz resultados concretos.

Não esqueça de que o feedback para os outros times também faz parte do processo e é fundamental para a melhoria da empresa. Então, reserve um tempo para avaliar e mostrar resultados para as demais equipes.

Agora que você já sabe a importância do marketing de conteúdo para vendas, que tal colocar em prática na sua empresa?

Leia nosso outro artigo: Como ser um líder de vendas.

*Este artigo foi escrito pela equipe da Clientar CRM, uma plataforma completa e intuitiva para fazer a gestão das vendas do seu time. Quer ler mais sobre vendas? Conheça o nosso blog!

Contato