Para uns, uma ferramenta de autoconhecimento. Para outros, pseudociência. Mas, qualquer que seja a sua opinião, uma coisa é fato: os Millennials adoram astrologia.

Se para seus antecessores o assunto se limitava a horóscopos de jornal, para eles, a astrologia vai muito além. Termos como mapa astral, ascendente, mercúrio retrógrado e retorno de Saturno invadiram as telas e as conversas da geração nascida entre os anos 80 e a década de 90.

A boa notícia é que a sua empresa também pode aproveitar o interesse dos Millennials pelo esotérico para se diferenciar e chamar a atenção tão disputada desses jovens, que hoje já são tomadores de decisão. Astrologia e Marketing de Conteúdo podem ser uma ótima combinação, você sabia? É sobre isso que vamos falar neste post!

 

Por que os Millennials se interessam pela astrologia

Nos últimos anos, a astrologia migrou do analógico para o digital. Se, antes, era associado a rodapés de jornais e revistas femininas, hoje o assunto preenche uma vasta porção de conteúdo na internet. São inúmeras páginas, canais e perfis destinados exclusivamente ao universo astrológico. 

Na web, sites e aplicativos como Astro.com, Personare e Horos permitem fazer o mapa astral instantaneamente e receber interpretações. Ao mesmo tempo, astrólogos — ou apenas simpatizantes — publicam memes em páginas com milhões de seguidores, a exemplo da Não acredito em astrologia, mas, que acumula mais de 1 milhão de seguidores no Facebook. 

A onda astrológica não cresce só Brasil. Veículos internacionais como o britânico The Guardian tentam explicar o fenômeno, atribuindo o interesse dos Millennials em buscar significados ao fato de viverem em um contexto repleto de mudanças e incertezas. 

Nesse sentido, a astrologia surge como um conhecimento milenar sólido, que sobreviveu a muitas gerações. Algo que, mesmo sem comprovação científica, transmite credibilidade ao dialogar com o campo empírico – este, por sua vez, fonte de informação confiável em um universo repleto de informação duvidosa.

Além disso, para os Millennials, a busca pelos astros é também uma forma de buscar orientação mística e conectar-se com a espiritualidade, sem, no entanto, fazer parte de uma religião.

 

Como combinar astrologia e Marketing de Conteúdo

Em um mercado cada vez mais competitivo, segmentar seus conteúdos pode ser uma maneira de se diferenciar. Vivemos, afinal, a época da hipersegmentação, com a tecnologia permitindo oferecer conteúdos que fazem cada pessoa sentir que você está falando diretamente com ela.

De acordo com uma pesquisa da Adobe, por exemplo, 80% dos clientes já esperam que a personalização se torne um padrão no relacionamento com empresas. 

No Marketing de Conteúdo, a personalização consiste em criar novas formas de contato com seu público ou com seus clientes, de modo que essas pessoas se sintam compreendidas. Além de posts de blog e email, também é possível personalizar anúncios, landing pages e mais.

Para isso, você usa os dados coletados durante as interações dessas pessoas com a sua empresa. A ideia é que o público se reconheça nesses conteúdos, aumentando a probabilidade de adquirir um produto ou serviço.

A astrologia pode dar uma mãozinha na hora de segmentar suas campanhas. Basta saber a data de nascimento do seu público para poder criar campanhas que levem em consideração o signo solar — aquilo que respondemos quando alguém pergunta “qual o seu signo?”.

Da criação de campanhas à segmentação de email marketing e vendas de produtos, a astrologia pode estar em tudo. E é uma forma de tornar o seu Marketing de Conteúdo mais criativo, interessante e próximo do público Millennial.

Como já falamos aqui no blog da Gummy, fazer marketing para Millennials requer conteúdos originais, autênticos, informativos, educativos e inspiradores. Cientes disso, muitas marcas já estão apostando em conteúdos segmentados por signo. O resultado são campanhas com alto potencial de ganharem o coração dos Millennials.

Quer ver como fazer na prática? Veja alguns exemplos.

Spotify

astrologia e marketing spotify

A ideia do Spotify foi disponibilizar 12 playlists com músicas voltadas para cada signo, incluindo canções cujas letras coincidissem com previsões para o mês. Para isso, a plataforma de streaming contou com ajuda especializada: o conteúdo foi escolhido a dedo pela astróloga Chani Nicolas.

Amazon

A gigante Amazon surfou na onda dos signos criando o Prime Member Horoscope. Com a ferramenta é possível receber dicas de compras voltadas para cada um dos signos.

Na newsletter mensal, são enviados os melhores produtos que, de acordo com a empresa, beneficiem o signo solar. Conhecidos pelo perfeccionismo, os virginianos, por exemplo, foram estimulados a clarearem a mente — assinando o Prime Music para terem uma trilha sonora para isso.

astrologia e marketing amazon

 

 


Farm

Com apelo jovem, a marca de roupas carioca Farm, além de ter lançado uma coleção de camisetas inspiradas nos signos, criou o Farm Astral, com comunicações voltadas para cada um deles. Com previsões, autoconhecimento e uma identidade visual atrativa, o conteúdo tem tudo o que os Millennials procuram.

astrologia e marketing farm

Insecta Shoes

astrologia e marketing insecta shoes

A marca gaúcha de sapatos veganos Insecta Shoes apostou na criação de blogposts segmentados por signo. Assim, quem está em dúvida sobre como presentear uma amiga ariana, por exemplo, pode aproveitar as dicas de cor e modelo na hora de fazer a compra.

Como falamos, o público Millennial não é superficial em relação a astrologia. Por isso, é preciso evitar os clichês e apostar no trabalho de bons profissionais da área para não errar. Se não for possível contar com a consultoria de um astrólogo, busque entender as características de cada um dos signos, sem cair em lugares comuns.

Uma ideia criativa é apostar em diferentes formatos para cada um signos. Com fama de apressados, os arianos podem se interessar por vídeos e áudios engajadores, por exemplo.

 

Quer continuar aprendendo sobre conteúdos para o público jovem e sobre a geração Millennial? Então confira os posts abaixo:

Contato