Às vezes, temos vontade de assumir a responsabilidade por tudo e nos comprometemos mais do que pode dar conta. É o que acontece com grande parte das empresas que optam por internalizar toda a produção de conteúdo para Inbound Marketing.

 Apesar dos benefícios que uma produção internalizada pode trazer, algumas limitações se impõem, sobretudo quando há necessidade de escalar da produção de conteúdo sem, claro, perder qualidade. 

Essa é uma dor frequente em profissionais de marketing. Além do planejamento estratégico de marketing global, é necessário pensar no Inbound como núcleo a parte: planejar, executar ações, produzir conteúdos e monitorar sua performance.

No que tange a produção de conteúdo, surge o desafio de encontrar profissionais com habilidades técnicas em redação para web, domínio de táticas de SEO, e, além disso, conhecimentos específicos sobre as soluções ofertadas – o que, necessariamente, é resultado de um processo de imersão, treinamentos, etc, que acabam custando muitas horas do gestor de marketing.

Por tal motivo, terceirizar o conteúdo para Inbound Marketing é uma alternativa viável adotada por empresas que utilizam esta tática de marketing digital.

Sabemos que nem sempre essa é uma decisão fácil, pois ainda que exista a necessidade de escalar, “tirar a operação de casa” pode ser motivo de preocupação, certo?

Não se a terceirização for pensada de forma inteligente, com processos claros e objetivos.

Neste post, descubra tudo sobre terceirizar conteúdo para Inbound Marketing e escalar sua produção sem riscos de perder em qualidade.

Você vai ler sobre:

  • Mecanismos adequados à produção de conteúdo para Inbound Marketing
  • O que são e de que forma estabelecer um Service Level Agreement (SLA)
  • Quais são as vantagens de terceirizar conteúdo para Inbound Marketing

Quais são as vantagens de terceirizar a produção de conteúdo para Inbound Marketing?

Sabemos que a intenção de internalizar a produção é sempre a melhor possível: garantir a qualidade esperada e não correr riscos de “falhas”, como prazos não cumpridos ou dores de cabeça relativas ao gerenciamento de artigos e redatores.

Desse modo, acreditamos estar tomando as precauções necessárias para não colocar todo o planejamento sob ameaça.

Entretanto, na prática, nem tudo funciona tão bem quanto imaginado e, o que deveria ser uma solução excelente, acaba se tornando um problema: você não consegue escalar.

Os motivos são muitos: o custo dos profissionais alocados, limitações dos profissionais, falta de produtividade e até mesmo “falta de braço” para absorver projetos maiores – que acabam ficando na gaveta.

É bom lembrar, também, que a produção de conteúdo para Inbound Marketing exige profissionais com habilidades altamente específicas, o que pode sair caro, principalmente se considerarmos a obtenção de resultados a médio e longo prazo.

Considere que isso inclui gastos com a contratação de novos funcionários, infraestrutura para que eles possam trabalhar, dentre outros.

Uma opção recorrente – porém, de resultados mais incertos – é a contratação dos redatores freelancers.

Apesar da possibilidade de ser mais barata, é difícil estabelecer acordos e ter a garantia do trabalho terceirizado. Nesse caso, para que tudo ocorra bem, é preciso que haja boas indicações e uma dose de sorte para cair nas mãos do profissional adequado. Mas, até chegar lá, você pode passar por surpresa bem desagradáveis.

Outra alternativa é terceirizar com as produtoras especializadas em auxiliar empresas a terceirizar conteúdo para Inbound Marketing.

 Com profissionais experientes na redação de conteúdo para blogs de diferentes domínios, as produtoras costumam ter um banco de colaboradores para diferentes áreas. Além, é claro, de estarem perfeitamente familiarizadas com recursos de SEO e demais mecanismos de busca.

Desse modo, uma produtora pode garantir a acuidade técnica da produção e desenvolver um trabalho coerente com as expectativas do contratante.

Contudo, manter o controle e avaliar os resultados ainda é papel de um gestor. Portanto, temos dicas de alguns procedimentos que devem ser implementados, junto à terceirização, para ter a garantia de sucesso.

 

Garantindo qualidade ao terceirizar conteúdo para Inbound Marketing 

O estabelecimento de processos claros e eficientes é a base para qualquer ação dentro de uma empresa. Ter a consciência de cada etapa e do fluxo de trabalho necessário à todas as atividades de gestão é o segredo para alcançar escalabilidade e constância de resultados.

Pensando dessa maneira, há alguns procedimentos de segurança e otimização que podem ser tomados ao optar pela terceirização do conteúdo para Inbound Marketing.

1- Documentar o processo de terceirização

Estruturar um processo de produção de conteúdo para Inbound Marketing é importante. No entanto, documentá-lo pode ser ainda mais!

Em uma empresa, todas as ações devem ser registradas com o máximo de detalhamento. Isso é algo positivo à análise de resultados e à replicação de métodos para outros setores. O controle de um processo documentado é vital para o crescimento e o escalonamento de resultados. No caso do conteúdo para Inbound Marketing, documente:

  • Profissionais envolvidos desde a produtora de conteúdo até a empresa contratante – especialmente, os touchpoints;
  • Prazos distintos para cada uma das etapas descritas acima;
  • Etapas do processo de produção.

Na Gummy, por exemplo, há uma série de etapas para garantir a qualidade das entregas. Num primeiro momento, o briefing é recebido – ou desenvolvido – por nossos(as) Content Managers. Após certificar-se de que os briefings têm a qualidade necessária para produção, é encaminhado a um redator especializado.

Este, por sua vez, produz o conteúdo no prazo estabelecido e devolve-o para o(a) gestor(a). O material é revisado e passa por um checklist, no qual verifica-se a sua qualidade, adequação à normas de SEO e exigências específicas, de acordo com o solicitado pelo cliente.

Finalmente, conteúdo é entregue para aprovação e, caso necessário, os ajustes são feitos e devolvidos ao contratante em prazos previamente alinhados e, portanto, sem surpresas, nem atrasos, nem dor de cabeça.

2- Service Level Agreement (SLAs)

A sigla SLA é a definição de um nível mínimo de qualidade a ser respeitado nas passagens de bastão. Existe para garantir que cada parte se responsabilizará pelos seus resultados e que estes não sejam baseados apenas na percepção individual.

Eles devem ser documentados e transparentes, com o intuito que não haja dúvidas quanto às expectativas em cada etapa da produção de conteúdo para Inbound Marketing.

Aqui na Gummy muitos clientes possuem SLAs definidos e formalmente registrados desde o início do projeto, o que garante mais segurança ao contratante.

3- Fluxo de comunicação

A comunicação é a base de qualquer trabalho em equipe. Especialmente, quando envolve duas empresas diferentes.

Para uma terceirização de conteúdo para Inbound Marketing mais confiável, estabeleça canais de comunicação para garantir a eficiência no acompanhamento por parte dos times elencados e na passagem de bastão.

O mecanismo básico, naturalmente, é o e-mail. Porém, ele não é o único! É possível utiliza ferramentas para gestão de projetos, grupos de Whatsapp, entre outros, desde que tudo possa ser registrado e documentado.

Um bom exemplo disso é o Trello, plataforma frequentemente utilizada na rotina de trabalho da Gummy.

Importante: nunca deixa de registrar mensagens todos os pontos de contato. Somente o registro concreto de informações funcionará como argumento sólido no caso de algo não sair exatamente conforme o combinado.

4- Feedbacks e relacionamento com o cliente

Por fim, estabeleça uma relação sincera e duradoura com o seu parceiro. Tanto a produtora quanto a empresa contratante devem comunicar como foi a recepção das entregas.

  • Estão de acordo com os SLAs?
  • O que ainda pode ser melhorado?
  • O que vale a pena ser replicado?

Procure terceirizar com empresas com as quais você possa manter um canal aberto, tanto para cobranças, quanto para propostas de melhoria.

Fazer este processo de avaliação conjunta regularmente fortalece as relações de confiança, cria agilidade e favorecer a qualidade da produção de conteúdo.

Além disso, registre os learnings dessa interação.

Na ativação de um novo cliente pela Gummy, por exemplo, utilizamos um ferramenta interna que chamamos “Brainbox”. Nela, registramos todos os feedbacks e acordos já efetuados. Também estão inclusos neste processo manuais de redação, detalhamento de personas e orientações atualizadas a cada avaliação. Trata-se de um banco de conhecimento facilmente acessível por qualquer envolvido no projeto e alimentado continuamente com informações relevantes para o bom desempenho da produção.

O resultado são entregas mais consistentes, a diminuição do riscos de erros e ajustes e a melhoria contínua da qualidade das entregas.

Gostou das dicas? A terceirização pode ser uma mão na roda para quem precisa focar no planejamento estratégico e operacional. Não é necessário perder tempo com a produção de conteúdo para Inbound Marketing se você tiver um parceiro de confiança que o faça!

Agora, caso você trabalhe em agência e deseje aprimorar o seu processo, clique aqui! Esta leitura vai ajudá-lo(a) a sanar as suas dúvidas e aprimorar os métodos já empregados. 🙂

Contato