Um belo dia, pela primeira vez, resolvi me aventurar pelo mundo da culinária.

A missão era fazer uma massa à bolonhesa para amigos que viriam jantar na minha casa.

Sem noção nenhuma do que estava fazendo, a massa virou motivo de piada.

O “tijolo à bolonhesa” como foi carinhosamente apelidada por ser um bloco sólido e único de comida.

Para se ter ideia, a massa era cortada com garfo e faca, o pegador de massa era inútil, a não ser que você quisesse comer a massa inteira.

como produzir um bom artigo para blog

A impressão que ficou do jantar foi mais ou menos essa…

Por que chegou a esse ponto? A resposta é simples, mas admiti-la foi quase tão duro quanto o prato final: fiz de qualquer jeito. Isso incluía lidar com ingredientes que eu não fazia nem ideia se eram  adequados, sem cuidado algum no preparo.

Até hoje, a impressão que eles têm da minha habilidade gastronômica é de que não sou um bom cozinheiro.

Com a produção de conteúdo – no caso me refiro a blog posts e materiais ricos – a relação é semelhante.

Para produzir um bom conteúdo, aquele que irá realmente atrair e agregar a sua audiência é preciso ter criatividade e dominar a parte técnica.

Algo que podemos comparar (e aprender) fazendo uma relação cômica com o processo de preparar uma refeição.

Nesse post, você irá compreender como produzir um bom artigo para blog através de comparações com o mundo gastronômico.

Pode parecer bizarro, mas faz todo o sentido.

Tenho certeza que você pode aprender bastante com essa relação. Quer ver?

Vamos às comparações!

O preparo da refeição e o planejamento do conteúdo

Para quem vamos cozinhar? O que será que eles gostam de comer? Quais temperos devo utilizar e quais não? Quanto tempo vou demorar para concluir o prato? Quais acessórios devo utilizar?

Assim como um livro de receitas, na prática, o planejamento de conteúdo serve como o balizador do que será produzido, e sua importância é decisiva.

Se quisermos obter bons resultados com o que será produzido/preparado um bom planejamento planejamento é fundamental; é isso que irá nos ajudar a traçar um caminho para alcançar os objetivos propostos.

Quando falamos em personas a associação também é válida.

O jantar será na sua casa para um casal de amigos ou você irá cozinhar em um restaurante para uma comunidade a qual desconhece?

Você sabe que o casal detesta maionese e prefere comidas que são temperadas com alho. Assim como sabe que eles não iriam se importar de comer um simples prato de arroz, feijão e carne, desde que seja bem feito, claro.

Mas, e a comunidade desconhecida?

Bom, nesse caso, sugerimos a você fazer uma boa pesquisa para entender para quem você irá cozinhar e não passar vexame.

Qual fome/necessidade desse perfil de cliente ideal? Você precisa entendê-la para que o conteúdo acerte-a na mosca.

Se na gastronomia o erro faz com que ninguém queira te ver perto do fogão, na produção de conteúdo digital, o vexame é exposto na forma da não aquisição de resultados.

Você produz uma série de artigos aleatórios, que foram criados através de insights que você teve ao passar por uma situação.

Será que o tema/menu é pertinente o bastante para atrair visitantes para o seu site?

Será que você irá atrair os visitantes que o seu negócio busca?

Será que, futuramente, ele poderão vir a comprar o seu produto novamente?

Será que o tom (o tempero) utilizado é o ideal?  

Um bom planejamento e personas bem alinhadas ao seu negócio/propósito irão lhe dar essas respostas.

Veja aqui como criamos personas na Gummy.

Assim, você aumenta as suas chances de acertar em cheio no gosto/necessidade do cliente e não fica jogando tempo/dinheiro fora por aí.

A aparência e o título

como produzir um bom conteúdo

Algumas comidas não possuem uma boa aparência.

Por mais deliciosas e nutritivas que possam vir a ser, a primeira impressão pode repugnar e causar a recusa do visitante pelo prato.

O mesmo acontece com o título.

Se ele não for atrativo o suficiente para atrair o olhar daquela persona que você mapeou, ela não irá clicar (experimentar).

Você obviamente sabe que a comida é gostosa e foi feita com carinho (ingrediente importante que vamos falar mais à frente), mas seu convidado não.

E pela aparência, provavelmente, não é.

O gosto e a introdução

como produzir um bom artigo para blog

Vou continuar degustando esse prato?

Vou continuar lendo esse conteúdo?

A promessa feita na aparência agora deve ser cumprida na experiência da degustação.

A primeira garfada/colherada será a decisiva.

O mesmo acontece com a introdução, que se não for objetiva e mostrar que o texto se propõe a responder o que está proposto no título (mostrar que é tão bom quanto a aparência), adeus.

O seu visitante não irá continuar lendo, ou talvez até continue e finalize o “prato”, mas não será algo marcante para ele.

O toque especial

como produzir um conteúdo de qualidade

O toque final é aquele carinho que sentimos somente na comida feita pelas nossas mães ou avós, um sabor simplesmente inexplicável. A comida elaborada por um ente querido é a melhor.

Ela mexe com o coração.  

O mesmo pode acontecer com um restaurante que oferece uma refeição simples, barata e, mesmo assim, toca você.

O segredo, acredito, está no carinho investido na refeição preparada, do início ao fim. Na mão de quem faz.

Se for cozinhar às pressas, na espera de que a comida saia formidável, marcante, não cozinhe.

O diferencial entre o/a conteúdo/comida marcante está no carinho. No toque consciente e humanizado para fazer algo diferente do que é proposto, algo especial.

“Se essa é a mousse que eu fiz, então, eu me vejo nela, porque, quando as pessoas estão degustando um doce feito por mim, estão me experimentando.” – Mario Sergio Cortella em Por que fazemos o que fazemos?

É o que aplicamos na prática com nossos redatores, no caso, para produzir um bom artigo para blog.

Um bom revisor sabe bem quando um texto foi feito “nas coxas”.

Sabe quando a pessoa não sabe do que está falando.

Sabe quando ela está enrolando para completar o número mínimo de palavras do artigo.

Sabe pois experimenta aquilo que foi escrito.

Um texto feito sem esse cuidado pode ser até relevante, mas talvez você consiga absorver pouco ou quase nada do que foi apresentado. Passa batido.

Aqui, se é para fazer sem dedicação e carinho, não fazemos.

Essa humanização do texto é que irá diferenciar o seu texto daquele produzido pelo concorrente.

A conquista, a autoridade de marca e o SEO

como produzir um bom artigo para blog

Tudo foi pensado nos mínimos detalhes para que a refeição seja a mais saborosa possível.

Todo o conhecimento e experiência aplicados, além do “toque especial” que não pode faltar.

O resultado? Satisfação plena, clientes que viram evangelizadores da sua marca e vão sair por aí “compartilhando” o quão bom é o que você faz.

Na produção de conteúdo isso é muito semelhante.

Deixe de juntar alguns dos elementos apontados acima e a sua almejada construção de autoridade de marca vai demorar um pouco para acontecer.

Um texto ruim é como o meu “tijolo à bolonhesa”. Os convidados até experimentaram uma vez, mas será difícil convencê-los a ir jantar na minha casa novamente, ou com que eles saiam da minha casa falando espontaneamente que a comida foi maravilhosa (garanto que você não faria isso se tivesse experimentado a “obra de arte”).

E o pior é que o Google sabe dizer bem quem anda fazendo comida ruim por aí.

Se o seu conteúdo não é bom para a audiência que você atrai, os mecanismos de busca saberão e não irão priorizá-lo no rankeamento. Como ele percebe isso? Análise de tempo de permanência na página, taxa de rejeição e compartilhamentos.

Mas esses são apenas alguns dos fatores que garantem um bom rankeamento. Elencá-los todos renderia um outro artigo.

Conclusão

Na dúvida, ponha a mão na massa e faça um conteúdo do qual você se orgulhe, seja bom tecnicamente e que realmente entregue valor para a sua persona.   

Assim, você irá sentir os resultados na atração de novos visitantes e na fidelização daqueles que já curtem o seu trabalho.

Conseguiu aprender a produzir um bom artigo para blog observando a relação proposta acima? Se tiver mais alguma etapa da preparação de uma refeição que você ache que faça sentido com a produção de conteúdo compartilhe com a gente nos comentários. 🙂

Contato