Planejar e executar a estratégia de Inbound Marketing ideal é apenas metade do caminho. Certificar-se da efetividade do Marketing de Conteúdo, baseada em métricas definitivas, é a reta final para alcançar o crescimento das suas vendas.

É comum que gestores, seja por inexperiência ou por falta de conhecimento, esqueçam de acompanhar resultados. Estes mesmos ficam frustrados com números abaixo do esperado, sem, contudo, verificar os dados que estruturam a razão do saldo negativo.

Cerca de 74% das empresas que não batem metas deixam de fazer um acompanhamento adequado dos KPIs. Sendo assim, fica clara a relação direta entre os resultados atingidos e o hábito de acompanhar métricas no Marketing de Conteúdo.

Como já é sabido, planejamento é essencial para o sucesso, mas não basta apostar apenas na genialidade das próprias ideias e deixar a execução correndo a seu bel prazer.

Erra aquele que canta vitória antes da hora e tem seu sucesso como garantido, com risco de causar danos graves ao processo comercial inteiro.

Por conta disso, devem estar incluídos no planejamento estratégico os métodos e as ferramentas utilizados para medir o impacto do Inbound Marketing.

Mas como saber quais métricas devem ser consideradas? Se você tem essa dúvidas, continue lendo!

Conheça, neste conteúdo, as principais métricas e Key Performance Indicators (KPIs) de efetividade do Marketing de Conteúdo e não perca de vista os resultados.

Hoje você vai ler sobre:

    • Lista dos principais KPIs para ações de Inbound Marketing
    • Dicas de ferramentas para a coleta e a análise de métricas
    • Como identificar o sucesso de uma estratégia de conteúdo

 

Principais KPIs do Inbound Marketing

As métricas e os KPIs estão para os gestores de empresas tal qual a bússola está para um navegador. São instrumentos absolutamente necessários para otimizar o trabalho e garantir que os objetivos sejam alcançados.

Logo, estar à frente de uma empresa (ou de um departamento específico) não possibilita achismos. O planejamento estratégico necessita de informações com um olhar privilegiado, capaz de identificar obstáculos previamente e propor uma solução em tempo hábil.

Porém, quais métricas no marketing de conteúdo vale a pena acompanhar? A Tecnologia da Informação (TI) tornou possível metrificar quase tudo, mas apegar-se a números demais também pode confundir.

Para poupá-lo(a) desse sufoco, listamos os dados mais relevantes no âmbito do Inbound, os quais lhe servirão de bússola ao navegar pelos mares do Marketing Digital.

1- Tráfego no site

Esta métrica serve para medir o número de visitantes na página em determinado período. É possível metrificar tráfego diário, semanal, mensal etc. Analisar diversos espaços de tempo permite a identificação dos padrões de comportamento do lead. Tais como:

  • Horário em que o site é mais acessado;
  • Data comemorativa que possui impacto especial sobre o tráfego;
  • Períodos do mês onde o fluxo é mais intenso e/ou converte em vendas.

Analisando esses dados é possível extrair insights muito preciosos para potencializar a efetividade do Marketing de Conteúdo.

Em um cenário analítico, é possível criar, por exemplo, um planejamento de horários para postagens na home, um estudo dos períodos mais interessantes para campanhas promocionais, etc. Uma das ferramentas adequadas a esta função é o próprio Google Analytics.

 

2- Tempo de permanência na página

Além do tráfego, é válido analisar também quanto tempo o visitante passa em cada página. Isso permite identificar quais conteúdos têm maior potencial de engajamento para, então, compreendermos o porquê disto. Pode ser uma questão de disposição do texto da página, formatação, tipo de conteúdo ou mesmo assuntos mais chamativos.

Entre as métricas no Marketing de Conteúdo, esta também pode ser mensurada com o Google Analytics.

 

3- Progressão do número de listas ou inscritos

Naturalmente, inscrever-se para receber informações sobre conteúdos publicados no site é um excelente indicador de engajamento. Podemos dizer que é um dos primeiros passos a fim de inaugurar relações comerciais mais profundas.

Assim, contabilize o número de novos inscritos, junto aos que se desinscreveram. Calcular a média entre estes dois valores permite a análise de um impacto positivo ou negativo. Para isso, utilize a seguinte fórmula:

Novos inscritos – (Desinscritos/Número total de contatos na lista de e-mails)

 

4- Posicionamento nos mecanismos de busca

Em tempos de Google, sites expostos na primeira página são o alvo de todo profissional da área. Todavia, esta tarefa não é fácil, dada a alta concorrência em torno dessas posições.

Para fazer parte, é necessário seguir dois passos básicos:

  • Selecionar keywords efetivas e de menor concorrência;
  • Otimizar conteúdos com técnicas de SEO relevantes.

As informações que você precisa para aplicar técnicas de otimização estão aqui. Leia e tire as suas dúvidas!

Contudo, estar no topo não é o suficiente. O rankeamento, por si só, não é uma garantia. O importante mesmo é associar a métrica ao tráfego. Afinal, este é o grande objetivo por trás da estratégia Inbound.

Não queremos apenas ser o primeiro. É preciso que o artigo gere tráfego e transforme-se em conversão. Dito isso, as métricas no marketing de conteúdo voltadas para tráfego são:

  • Aumento do tráfego orgânico;
  • Crescimento de links externos;
  • Total de impressões orgânicas;
  • CTR das páginas nos buscadores.

Veja o nosso conteúdo exclusivo para empresas de tecnologia que desejam melhorar o seu desempenho Inbound. Clique aqui para acessá-lo!

5- Taxa de abertura e Click Through Rate (CTR)

No E-mail Marketing e fluxo de nutrição, é importante verificar os conteúdos encaminhados devidamente acessados. De nada adianta encaminhar mil mensagens, quando uma parcela irrelevante destas são abertas e consumidas.

Com essa métrica, você identifica quantos e-mails foram abertos a partir da caixa e também resultaram em cliques nos links, direcionando os leitores para o conteúdo desejado.

Para acompanhar estes números, pode-se um softwares de automação de Marketing, tal como o RD Station, ou versões gratuitas e mais enxutas, como o Mailchimp.

6- Links e autoridade

Outro fator que influencia fortemente nas estratégias de SEO é a presença de links no conteúdo. Isto vale tanto para links que você oferece para outros sites  e páginas, quanto para links recebidos.

Atente-se , portanto, para conseguir boas parcerias na troca de links, pois quanto mais autoridade os sites direcionados dispõem, maior será a pontuação recebida.

Ferramentas como a extensão Mozbar Chrome permitem verificar a relevância das páginas, as quais valem a pena utilizar em estratégias de link building.

7- Acompanhamento das redes sociais

Para divulgação dos sites e atração de novos visitantes, as redes sociais são os meios mais eficazes hoje. Conforme apontam pesquisas recentes, mais de 3 bilhões de usuários estão ativos nas redes sociais, com um crescimento de 13% ao ano.

Ou seja, boa parte do mundo está nas redes e faz uso diário delas. Qualquer empresa que deseja implementar estratégias de Marketing Digital deve estar presente nesses ambientes.

Dentre mais importantes métricas no marketing de conteúdo, estão:

  • Número de seguidores;
  • Número de interações na postagem;
  • Número de compartilhamentos;
  • Taxa de conversão em acessos ao site (CTR).

Com o propósito de auxiliar o uso profissional das redes, as mesmas possuem ferramentas para medir estes índices.

Finalmente, os KPIs e as métricas no Marketing de Conteúdo são assuntos básicos para manter o controle de estratégias Inbound. Uma vez que oferecem um panorama rico o suficiente para embasar decisões, que resultam em melhorias de desempenho a serem aplicadas.

Caso tenha dúvidas acerca da efetividade do Marketing de Conteúdo, estamos prontos para ajudar. Entre em contato e solicite um diagnóstico gratuito! Vamos descobrirmos juntos como produzir conteúdos cada vez mais incríveis 🙂

Contato