Sejam quais forem os seus objetivos com a produção de conteúdos digitais, você precisa de um acompanhamento dos KPIs de SEO para validar esforços e adequar-se à realidade.

O trabalho do Inbound Marketing não está finalizado quando o conteúdo vai ao ar. Afinal, de nada adianta aplicar um método que maximiza o volume de vendas sem certificar-se de que ele funciona.

Neste post, falaremos especialmente dos KPIs de SEO, que são números valiosos para o controle dos resultados de qualquer estratégia Inbound.

Você vai ler sobre:

  • O que é e qual a verdadeira importância das métricas de SEO no Marketing
  • Como realizar o monitoramento SEO em prol dos objetivos de uma agência
  • Lista dos principais KPIs de SEO para que você não caia na superficialidade

Não importa se você está ao lado dos CEOs – que precisam dos KPIs de SEO certos para medir resultados – ou dos gerentes de Marketing – que devem convencer o C-level a aplicar uma cultura de métricas. O conhecimento precede a ação!

Pensando nisso, vamos falar sobre como, quando e porque controlar as métricas de SEO.

Por dentro dos KPIs de SEO e sua aplicação

Vamos começar separando o joio do trigo? Sendo assim, métricas de SEO para um lado e KPIs para o outro. Num primeiro olhar, estes valores parecem semelhantes. Porém, vamos lhe mostrar que a prática é bem diferente.

Por definição, métrica é a medida ou quantificação de qualquer aspecto. Já o KPI, por sua vez, é uma métrica de alta relevância. Ele vai além da métrica comum, pois representa dados que têm impacto profundo nos processos de uma empresa. Através dos KPIs é possível medir se as ações estão realmente atingindo os objetivos do planejamento.

Basta imaginar que somamos o número de curtidas recebidas em uma determinada postagem, ou até mesmo de solicitações de orçamento a partir de um material.

Acontece que, dependendo dos objetivos da estratégia de marketing, cada número pode ter mais ou menos valor.

Dentro dos exemplos anteriores, se você estiver medindo o impacto do conteúdo digital no volume de vendas, as reações que não converteram podem ter sua função minimizada. No que se refere ao engajamento de leads e alcance das postagens, as curtidas já mostram-se métricas de valor. Por outro lado, as solicitações de orçamento são indícios concretos das oportunidades de negócio.

Dito isso, podemos afirmar que todo KPI é uma métrica. Mas, nem toda métrica é um KPI!

Uma métrica torna-se KPI quando seu resultado é crucial para atingir objetivos estratégicos.

Do contrário, são números que não representam muito no processo gerencial, podendo virar métricas de vaidade.

Isso também significa que elas não são as mesmas para todos os modelos de negócios. Há que se estabelecer uma equação entre as necessidades de cada setor e os conhecimentos básicos sobre SEO.

No caso de agências digitais, o foco é mostrar aos seus clientes como os esforços de SEO estão rendendo.

Ou seja, quantificar dados, como o número de visitantes e o nível de autoridade, dentre outras. A pergunta, aqui, é: os conteúdos produzidos estão performando bem? A métrica desses dados nos dará a resposta. Esses mesmos números podem se transformar em KPIs de SEO, pois podem ser constantemente monitorados e sinalizam o sucesso – ou não – da estratégia de atração via busca orgânica.

Já em outros casos, em que usa Inbound com objetivo de aumentar conversão em vendas, o foco é outro. Assim, o objetivo é mostrar como as visitas e os benefícios dos KPIs de SEO impactam no funil de Vendas. A pergunta, aqui, é: quantas vendas a estratégia de marketing de conteúdo gerou?

Ainda está um pouco confuso(a) em relação a quais métricas de SEO são importantes para sua estratégia? No próximo tópico, você encontra algumas sugestões!

 

Principais KPIs de SEO para otimizar resultados

O seu foco é acompanhar os efeitos dos principais KPIs de SEO? Veja quais são eles:

1- Visitas orgânicas

Essas métricas de SEO são consideradas KPIs, uma vez que avaliam o número de visitas direcionadas para o seu site a partir dos mecanismos de busca.

Naturalmente, este é um dos KPIs de SEO mais importantes. Seu crescimento significa que o objetivo de aumentar o consumo dos conteúdos foi atingido. De modo mais simples, mede quantas vezes a sua página recebeu acessos.

Porém, lembre-se de que um único usuário pode ser responsável por diversas visitas. Logo, não é o mesmo que medir o alcance de público do site.

O tráfego orgânico pode ser identificado pelo Google Analytics ou softwares especializados.

2- Rankeamento de keywords

Estes KPIs de SEO dedicam-se ao controle do posicionamento nos mecanismos de busca, a partir das keywords utilizadas.

Ainda que haja uma variação de keywords ao longo da produção de conteúdos, há um eixo temático que os une. Nele, algumas palavras ligadas à sua solução podem ser repetidas de modo constante.

Por conseguinte, é preciso fazer o acompanhamento da performance. O objetivo é alcançar o número 1. Mas, isso não é algo fácil, já que são muitos concorrentes. Este é o motivo pelo qual o cuidado com essa métrica lhe permitirá entender melhor o próprio mercado.

Desse modo, é possível identificar quais concorrentes vêm se dando bem e replicar as suas práticas favoráveis.

Todas estas informações podem ser acompanhadas por ferramentas de SEO, como SEM Rush, WebCEO ou ainda outras opções mais simples, as quais permitem uma análise de rankeamento, como a SerpLabs.

3- Backlinks:

Backlinks servem para gerar tráfedo de qualidade para o blog. Tratam-se de links posicionados ao longo do texto para guiar o lead entre conteúdos relevantes para os temas que está pesquisando.

Desse modo, podemos dizer que essa estratégia ajuda na construção de autoridade, ao mesmo tempo que nutre o lead ao longo da jornada de compra.

Eles podem ser internos ou externos, gerando tráfego dentro do seu próprio ambiente virtual ou trazendo leads de sites de terceiros.

Naturalmente, existem diferentes tipos de backlinks, cada um com suas próprias potencialidades e usos. São eles:

  • Link Juice: Links externos que trazem o leitor para artigos ou para a página inicial do seu blog/site. Ajuda a melhorar a autoridade do domínio.
  • Nofollow links: Quando um link tem a tag “nofollow”, a ligação com ele é interrompida. Costuma ser usado para impedir que links em comentários sejam usados como backlinks para sites maliciosos.
  • Dofollow links: O contrário dos nofollows, Estes permitem que os links adicionados funcionem como backlinks ativos.
  • Root Domain Links: é o nome dado ao domínio que tem diversos backlinks que levam ao seu site. Ex: um site que tem 15 links apontando para o seu é considerado um root domain.
  • Low Quality Links: Links de sites penalizados e de baixa qualidades, tais como: sites de spam, sites pornográficos, sites maliciosos, etc. Eles prejudicam os KPIs de SEO, portanto evite-os.
  • Internal Links: Backlinks internos que redirecionam o lead entre conteúdos da sua própria página.
  • Anchor text: Parte do texto que fica grifada, contendo um hiperlink para algum site relacionado com o texto em questão.

O toque de final para se dar bem com os KPIs do SEO é prezar por um site que contenha design intuitivo. Estude a experiência do usuário para avaliar se não existe algum problema nesse sentido, atrapalhando a conversão. Acreditamos que essas 3 métricas de SEO sejam as mais importantes. As demais estão ligadas ao setor de atuação, de modo que exigem um estudo mais personalizado do caso da empresa. Está interessado(a) em fazer um diagnóstico? Entre em contato conosco!

Leia também Como medir a eficiência do Marketing de Conteúdo e aprofunde-se nesse assunto!

Contato