Para quem já possui um conhecimento básico sobre marketing digital, fica fácil entender a importância que o funil de vendas possui para os negócios. Mas além dele, a estratégia de conteúdo desenvolvida também é fundamental para ter resultados.

Esse funil é uma das ferramentas mais úteis que podemos usar para mapear não só em que estágio cada usuário que chega até a sua página está mas também para definir que tipo de conteúdo é mais interessante para aquela etapa específica.

O funil de vendas em si é a fórmula que mostra como o cliente parte desde o momento de descoberta da sua empresa ou da sua marca até efetivar a compra, que é o objetivo final de todos os nosso esforços de marketing.

Mas com a grande gama de informações que temos ao nosso alcance hoje, as pessoas estão cada vez mais atrás do que realmente interessa a elas. E uma estratégia de conteúdo que seja relevante, original, e respeite o estágio de funil que seu público está, que é fundamental parar gerar um engajamento maior com a sua marca.

Nesse post, você vai aprender qual é de fato o melhor formato de conteúdo para cada etapa do funil de vendas. Com exemplos de conteúdo de topo, meio e de fundo de funil, fica mais fácil de compreender como pode usar diversas técnicas para sempre fechar esse ciclo com a venda.

Por que usar a estratégia de produção de conteúdo?

 

Antes de partirmos para o entendimento sobre quais os melhores formatos de conteúdo para cada estágio do funil de vendas, vamos entender qual os motivos que tornam a estratégia de produção de conteúdo uma ótima opção para o meio digital.

Uma das melhores formas de criar relacionamento no meio digital, gerar engajamento e atrair cada vez mais visitantes é usando a produção de conteúdo. Na verdade, a máxima que temos hoje é: você é o que você publica.

Conteúdo relevante, que realmente chame a atenção do público e sane as principais dúvidas é o diferencial que o seu negócio precisa ter. Mas atenção! Produzir conteúdo só para dizer que produz não vai trazer os resultados esperados.

É preciso analisar bem em qual estágio do funil de vendas seu visitante está para produzir o conteúdo certo na hora certa, que esteja dentro das necessidades de cada um e levando em conta os conhecimentos que já possui.

Topo do funil: conteúdo para despertar o interesse

 

Começando a falar sobre cada parte do funil, vamos partir pelo topo. Ele não é chamado assim à toa. O fato é que a maior parte dos nossos esforços de criação de conteúdo deve ser voltado para essa parte do funil de vendas.

Os conteúdos que fazem parte desse estágio devem ser criados pensando em atrair novas pessoas e despertar o interesse para algum assunto até então novo para o usuário. No topo do funil estão aquelas pessoas que nem sequer sabem da existência da sua empresa, mas estão em busca de informações que você pode entregar.

O funil de vendas vai afunilando, ou seja, nem todo mundo que chega até os seus conteúdos de topo vai de fato se tornar um cliente no final. Claro que a ideia é fazer a conversão do máximo de pessoas possíveis, mas no final apenas um percentual consegue concluir essa jornada.

Conteúdos que despertam o interesse

 

Indo para a parte prática, os modelos de conteúdos que são criados para fazer parte da comunicação com os leads que estão no topo do funil são:

  • Posts para redes sociais;
  • Artigos para o blog;
  • Infográficos;
  • Newsletter;
  • Listas.

Exemplos de conteúdo de Topo de Funil

Vamos te mostrar um exemplo que pode deixar mais claro essa ideia:

Pensando em uma empresa que trabalha com a venda de seguros de transporte, podemos criar uma série de blog posts que abordam conteúdos mais simples voltados para a descoberta.

Conteúdos com os títulos Como realizar um transporte de forma segura, Como transportar cargas rodoviárias, Seguro de carga é necessário? são ótimas opções para despertar esse interesse para o problema e dar o direcioná-lo em uma estratégia de conteúdo focada em vendas.

Meio do funil: fase de consideração

Depois de passar pelo topo do funil, de descobrir conteúdos iniciais que foram relevantes para apresentar qual o problema que ela possui, agora chega a hora de mostrar quais as soluções existentes para resolvê-lo.

Essa é a fase em que os leads consideram buscar uma dessas soluções para o problema, e podem inclusive demonstrar a intenção em adquirir o produto ou serviço. É o momento de perceber que existe alguém para ajudá-la com o problema, e esse alguém é a sua empresa.

Conteúdos que despertam a intenção de compra

Entendendo a ideia dos conteúdos voltados para o Meio do Funil, vamos ver agora a lista de melhores formatos para você começar a produzir, sempre voltados para esse estágio.

  • E-books;
  • Vídeos;
  • Aulas ao vivo;
  • Whitepapers;
  • Guias e tutoriais;
  • Eventos.

Exemplos de conteúdo de Meio de Funil

Vamos te mostrar um outro exemplo para essa etapa:

Agora uma empresa que trabalha com a venda de suprimentos e equipamentos para impressoras precisa mostrar que tem a solução para os seus possíveis clientes.

Uma boa ferramenta a ser utilizada são os guias e também os tutoriais. Guia completo de montagem de Bulk Ink para iniciantes seria um título bastante atraente para um conteúdo relevante nessa fase do funil.

Fundo do funil: avaliar e comprar

Chegamos ao fundo do funil, a parte da jornada que encontramos usuários mais voltados para fechar a compra. E essa é a parte mais importante no que diz respeito a criar conteúdo que seja focado. Afinal de contas, a empresa já possui diversos dados de contato e de acessos conquistados nas etapas anteriores. Agora é a hora de usá-los.

Mas chegar a tomar a decisão de compra em si é um passo que exige muito esforço e trabalho duro para convencer de fato a fechar esse ciclo.

O conteúdo de fundo de funil precisa deixar claro que você entende do produto e é especialista no mercado. Se o lead souber o que você soluciona e como faz, é praticamente certo que estará disposto a ser atendido pelo time de vendas para enfim se tornar seu Cliente com C maiúsculo.

Conteúdos que fecham uma venda

Agora que conhecemos as ideias principais para a estratégia de conteúdo voltado para o Fundo do Funil, vamos ver a lista de melhores formatos de conteúdo para a etapa:

  • Cases de clientes;
  • Demonstração do produto/serviço;
  • Webinars;
  • Trials (testes das soluções).

Exemplos de conteúdo de Fundo de Funil

Um dos formatos de conteúdo mais diferenciados para o fundo do funil é o webinar. Para qualquer negócio, criar um seminário online ao vivo, com uma divulgação anterior muito forte, é uma opção e tanto para dar a última tacada rumo ao fechamento da venda.

Fazer uma conferência online que traga interação do público falando da importância do seu produto, e somado a isso trazer entrevistas com outros clientes que representam cases de sucesso vai ser uma ótima jogada final para levar seus lead dessa etapa do funil para a efetivação da compra.

Se você se interessa por Webinar com material de fundo de funil no marketing digital,acesse também o e-bookGuia definitivo do webinar para iniciantes”, material produzido através da parceria entre a Gummy e a empresa americana Go To Webinar.

Gostou do conteúdo? Sabe agora qual o melhor formato de conteúdo para cada fase em que seu cliente se encontra? Agora é só colocar em prática!

 

Contato