Quando o desejo é de que a empresa cresça cada vez mais, também é preciso ser exigente com os resultados! Entretanto, às vezes, parece que não importa o quanto de energia esteja sendo dedicada: o trabalho simplesmente não rende. E é aí que entra a real importância do conteúdo de alta performance.

Mesmo que você dê o seu melhor, planejando uma estratégia de marketing com tudo para dar certo, a soma tem gerado um baixo engajamento, poucas visitas e taxas de conversão quase irrelevantes?

Infelizmente, muitos gestores de conteúdo e líderes de negócios enfrentam este verdadeiro pesadelo no seu dia a dia organizacional. Nesse caso, a pergunta que não quer calar é: como sair desta situação? Felizmente, nós temos algumas respostas!

Produzir conteúdo de alta performance é possível! Muitas vezes, tudo o que você precisa fazer é um ajuste ou outro na estratégia atual, a fim de que possa decolar. Descubra quais são elas neste post!

Você vai ler sobre:

  • Como criar conteúdo de alta performance
  • Hacks importantes para aplicar na sua estratégia de SEO
  • Aplicação de Growth Hacking ao Marketing de Conteúdo

O que define um conteúdo de alta performance?

Que o Inbound Marketing funciona, todos nós já sabemos!

Ainda assim, alguns  indicadores podem parecer preocupantes.

Uma pesquisa chamada “How Good You Are at Inbound Marketing?” mostra que 55% dos profissionais da área acreditam que não adquirem o melhor Retorno Sobre o Investimento (ROI) possível com Inbound Marketing.

Como se isso já não bastasse, 48% ainda se diz insatisfeito com o volume de leads gerados pelas atividades Inbound.

Mas por quê?

Para responder a esta questão, partimos do princípio de que muitos iniciam no Marketing de Conteúdo sem os conhecimentos necessários para definir e executar estratégias sólidas.

Sem profissionais qualificados e nem a terceirização adequada dos serviços de marketing, algumas empresas acabam literalmente se aventurando no Inbound Marketing e produção de conteúdo e, assim, muitas vezes não obtém os resultados almejados.

Por outro lado, muitas dominam o básico do Marketing de Conteúdo, mas ainda não entendem o que é necessário para elevá-lo ao next level.

 

Vamos contar aqui: o segredo é apostar em conteúdo de alta performance.

Um conteúdo de alta performance não é fruto apenas da criatividade, mas também do resultado de pesquisas objetivas e análises direcionadas. É mais ciência do que arte, pois segue uma fórmula adequada às necessidades de seu próprio mercado.

Na prática, isso significa que é:

O que podemos aprender com estes 3 itens é que, para um conteúdo de alta performance ser considerado como tal, ele deve ser personalizado. A fim de engajar a persona e torná-la sua cliente, hoje em dia, é importante que sinta-se especial.

Com uma estratégia totalmente desenvolvida para os interesses e necessidades do cliente, os resultados tendem a ser incríveis.

Como criar conteúdo de alta performance

Listamos algumas ações possíveis para alcançar a personalização e criar conteúdos de alta performance.

Escolha palavras-chave de acordo com as buscas da persona

O conteúdo de alta performance recebe esse nome, pois as personas têm facilidade para acessá-lo. Ele é planejado de tal forma que sempre encontra um caminho para chegar até o leitor alvejado. Ainda que o leitor não esteja procurando de modo específico por aquilo, os principais caminhos levam até ele!

Isto somente é possível através dos estudos de comportamento de cada persona, junto aos mecanismos de busca. Os buscadores dividem-se em, basicamente, 3 categorias:

  1. Informacionais: pesquisam informações pontuais, a fim de descobrir a resposta para uma questão ou problema. Ex: “como aumentar o tráfego de blogs?”;
  2. Investigativos: buscam comparar dados sobre produtos para tomadas de decisões futuras. Ex: “marketing 4.0 preços”;
  3. Transacionais: estão prontos para comprar e pesquisam por termos completamente objetivos. Ex:”contato gummy digital”.

Além do estudo destes perfis, também é válido:

  • Verificar, em sites, a concorrência sobre cada palavra-chave (ex: Google AdWords);
  • Analisar, na barra de pesquisas do Google, sugestões cauda longa para keywords;
  • Procurar temas da atualidade que sejam relevantes para o setor das personas.

Personalize o conteúdo para corresponder ao desejo do leitor

Como dissemos acima, a personalização é a dica do momento. Quando você conhece suas personas e seu comportamento junto aos mecanismos de busca, basta reposicionar-se.

Faça com o que o conteúdo produzido seja exatamente aquilo que o usuário deseja ler. É claro, considerando o posicionamento dele na jornada de compra.

Aprenda mais sobre Growth Hacking e saiba como trilhar este caminho rumo ao sucesso.

Coloque-se no mesmo cenário do seu perfil de cliente ideal

Quando você opta por exercitar a empatia, qualquer ação interpessoal torna-se mais fácil. O Marketing é justamente sobre isso: comunicação entre pessoas de modo direto e eficiente.

Analise os seus próprios conteúdos com olhar crítico, buscando pensar da mesma forma que o lead. Questione-se:

  • “Se eu fosse minha persona, gostaria de ler isto?”
  • “Se eu tivesse esse problema, tal resposta seria o que preciso?”
  • “Se eu comprasse um produto ao encontrá-lo, ficaria satisfeito(a)?”

Este exercício pode render bons insights para lidar com este público e também aprimorar a estratégia Inbound.

Respeite o tempo e as etapas da jornada de compra do lead

Algo que você deve levar consigo é o fato de que nem todo lead está pronto para comprar.

Naturalmente, há um processo de maturação pelo qual o leitor passa até converter-se em vendas. Compreender cada etapa é a chave para produzir conteúdos que sejam altamente engajadores, independente da ocasião.

Como este tema demanda mais atenção para ser compreendido, sugerimos a leitura de um post. Nele, falamos especialmente sobre como produzir o conteúdo de alta performance ideal para cada etapa da jornada de compra.

 

Em suma, produzir um conteúdo de alta performance é assegurar que ele reflita bons indicadores e que, ao mesmo tempo, impacte positivamente na jornada de compra do lead.

Quer se aprofundar mais na questão conteúdo x performance?  Confira dicas sobre como aplicar Growth Hacking no Marketing de Conteúdo baixando nosso e-book!

 

Até a próxima! 🙂

Contato