Em plena revolução tecnológica, o conteúdo data-driven é aquilo que há de mais eficiente e atualizado em seus diversos usos. O aumento na capacidade das máquinas para gerar, armazenar e processar informações de todo tipo abriram as portas para uma nova forma de Marketing Digital.

Hoje em dia, só anda no escuro quem quer! Após o surgimento de avanços, como o uso de Big Data Analytics, é possível ter uma percepção do mercado mais assertiva do que nunca.

Consequentemente, o futuro dos negócios é o data-driven! Leia este blogpost para entender mais sobre o uso de Data-driven Marketing na produção de conteúdos, a fim de acertar em cheio o lead.

Você vai ler sobre:

  • Como aplicar o conteúdo data-driven no processo de produção da empresa
  • Quais ferramentas devem ser utilizadas para a coleta e a análise de dados
  • De que forma os dados impactam a performance do Marketing Digital

Afinal, o que é Data-driven Marketing?

Por definição, o Data-driven Marketing é uma prática orientada por dados.

Devido à clareza e melhora no posicionamento das estratégias de Marketing com conteúdo data-driven, sua eficiência já é comprovada. Afinal, os dados coletados auxiliam tanto na compreensão profunda dos leads, quanto em um futuro alinhamento às expectativas dele.

É o que a Econsultancy & IBM revelou ao mostrar que 33% dos profissionais de Marketing com estratégias bem sucedidas possuem tecnologia adequada para coletar dados de seus clientes.

Conforme as informações levantadas pela Ascend2 junto a outros profissionais da área, os principais objetivos do Data-driven Marketing são:

  • Análise de dados para tomada de decisões (51%);
  • Aquisição de novos clientes (45%);
  • Integração de dados através de plataformas (43%);
  • Enriquecimento da qualidade e completude dos dados (37%).

E o melhor de tudo é que a matéria prima de sua estratégia é praticamente inesgotável! Isso porque, todos os dias, 2,5 quintilhões de data bytes são gerados. Estes podem ser fonte de insights poderosos para atrair as buyer personas.

Certamente, utilizando deste método, você será capaz de gerar um conteúdo data-driven relevante. O que fará com que os leads cheguem até sua base mais quentes e dispostos a adquirir a solução oferecida.

Como é possível orientar a produção de conteúdo data-driven?

Era uma vez, um lead curioso vagando pela Internet em busca de meios para resolver os seus problemas. Durante o trajeto, depara-se com uma imensidão de conteúdos disponíveis – como um pomar cheio de frutas de todos os formatos e sabores.

Agora, ele precisa apenas decidir qual opção o apetece mais e/ou será capaz de matar sua fome por respostas. Nesse momento da história, entram em cena os gestores de Marketing, que precisam desenhar uma estratégia assertiva para atraí-lo.

Pensando bem, esta tarefa não seria mais fácil caso nossos personagens o conhecessem melhor? Ao identificar seus gostos e preferências, é mais fácil organizar o pomar – de modo a torná-lo irresistível.

Essa metáfora representa a base do mindset necessário para uma estratégia de conteúdo data-driven: o conhecimento das personas. Portanto, o primeiro passo é utilizar dos dados que temos em mãos. Assim, somos capazes de verificar o máximo possível de informações acerca do perfil do público-alvo de cada solução.

Busque as métricas adequadas para definir, principalmente:

Quais tópicos ou assuntos interessam mais ao lead?

Uma boa forma de observar assuntos relevantes para as personas é através dos grupos e das comunidades que elas frequentam. Caso estejam relacionados à sua solução ou até ao perfil de leads, são um ótimo começo! Vasculhe grupos no Facebook e perguntas no Yahoo Respostas, Quora, Linkedin e outras redes que sejam fundamentais para o seu público-alvo.

Outra alternativa é entrevistar os clientes com formulários simples, a fim de descobrir mais informações sobre as preferências. Disponibilizamos um material gratuito, contendo alguns roteiros para entrevistas de pós-venda.

Que tipo de conteúdo data-driven o lead consome?

Para definir essa característica, dados vindos de análises de tráfego são essenciais. Entre as opções disponíveis, gostamos de testar a performance de diferentes tipos de conteúdo e avaliá-la a partir de softwares de gestão de Marketing Digital.

Nesse sentido, há diversas métricas que podem ser úteis, tais como: tempo de permanência em cada site; CTR (Click-Through Rate), número de compartilhamentos e reações positivas, entre várias outras.

Baseando-se nas respostas destas duas perguntas, você já tem material o suficiente para desenhar uma estratégia de conteúdo data-driven eficiente.

Tal investigação servirá para compreender o que o lead pretende consumir e como atingi-lo em cheio. Uma boa dica é embasar os conteúdos em dados concretos, advindos de buscas por referências que tenham credibilidade sobre a temática.

Mapeie e catalogue informações

Sempre que possível, utilize informações relativas ao mercado e mostre ao lead números que comprovem a veracidade por trás de suas palavras. Isso ajuda a construir autoridade e tornar-se a primeira opção no momento de decisão de compra.

Portanto, aproximar-se do cliente também mostra-se eficaz.

Mantenha em funcionamento boas práticas de Customer Success para ter um canal de feedback constante com quem já confia na sua marca. Quanto mais os leads sentirem-se próximos da empresa, maiores as chances de resposta aos e-mails e questionamento para fornecer os dados necessários na estratégia de Data-driven Marketing.

Assim, incentive-os a lhe enviarem mensagens com dúvidas acerca do seu segmento de atuação. Dessa forma, o próprio lead estará lhe contando suas dores em tempo real, para que a estratégia de marketing permaneça atualizada.

As empresas que estão em dia com o uso da ferramenta adaptaram técnicas para entrar em acordo com a nova aposta. No último ano, 44% dos profissionais da área já utilizavam de Data-driven Marketing e 33% estavam planejando implementá-lo. Isso resultou em um orçamento voltado para o uso de dados em grandes empresas, consistindo em 20% de todo o financeiro do setor. É bastante coisa, não é mesmo?

E você? Já está pronto(a) para aderir a esta tendência? Com essas dicas, temos certeza de que está mais próximo disso do que nunca.

A informação está disponível, agora é com você! Mas, se precisar daquela mãozinha, entre em contato conosco. Temos experiência em Marketing de Conteúdo e podemos auxiliá-lo a ter resultados ainda melhores.

Leia também este post e aprenda mais sobre produção de conteúdo para sites e blogs. Boa leitura! 🙂

Contato