Que a geração de conteúdo B2B é importante para uma estratégia de marketing digital, nós já sabemos. Que ela pode gerar resultados incríveis, também.

Mas, será que a sua empresa ou o seu setor de marketing sabe disso?

Afinal, existem empresas que ainda se mostram resistentes a implementação do Inbound Marketing. E, pior! São descrentes dos resultados reais que uma estratégia bem-elaborada pode trazer.

Bem, sejamos francos: esse medo não é totalmente irracional.

Na grande maioria dos casos, as empresas que demonstram essa descrença são B2B com um mix de produtos bem exclusivo (tecnologia, financeiro, contábil e etc), e targets bem específicos (gerentes, diretores e VPs).

Dessa forma, é o que pensam muitos diretores. “Inbound Marketing para empresas de tecnologia funciona na teoria. Na prática, deixa a desejar.”.

Uma vez que venho atendendo esse perfil de cliente, percebo que empresas de tecnologia – como startups – contam com um setor de marketing enxuto. No máximo, um ou dois funcionários – quando não acontece de um dos sócios tomar a demanda para si. Porém, com demanda suficiente para uma equipe três vezes maior.

Resultado: a estratégia de marketing não sai do papel. Além disso, o conteúdo B2B acaba nas mãos de empresas, agências ou produtoras – tomando boa parte da responsabilidade.

No entanto, em um mercado onde 60% dos profissionais de marketing criam uma peça de conteúdo por dia, todos os dias, fica bem claro que ninguém pode culpar o setor de marketing dessas B2Bs por não aguentarem mais essa demanda.

Porém (e é um grande porém aqui), não gerar conteúdo B2B é mais do que ficar de fora das estatísticas.

Isso significa perder oportunidades,

clientes,

receita.

Aliás, não é por quê a sua empresa não faz, que o seu concorrente não fará, certo?

Sendo assim, ele pode não só levar as novas oportunidades. Como também ser lembrado constantemente pelo seu cliente.

Mas, essa não parece uma ideia tão aceitável, certo?

Ao falarmos em boas ideias, existe sim espaço para a criação de conteúdos surpreendentes no setor de tecnologia.

Inclusive, sempre aconselho empresas desse segmento a saírem do óbvio. Junto a isso, pensarem fora da caixa e surpreenderem com um conteúdo B2B 100% original, interativo e informativo.

Mude seu mindset e demonstre, na prática, como isso funciona! Separamos 5 exemplos de conteúdos para você aplaudir de pé e se inspirar. Vejamos:

5 empresas que provaram a eficácia do conteúdo B2B

1- Leadpages:

Aqui vai um dos exemplos que mais gostamos de citar e um dos mais realistas: a venturosa Leadpages. A Leadpages é uma empresa que oferece a criação e edição de landing pages totalmente customizadas.

Os desafios eram grandes, já que empresa oferecia algo que muitas outras também faziam. Porém, queria competir com as maiores do mercado.

Um dos seus maiores competidores é a Hubspot, gigante do ramo de conteúdo B2B.

Sendo assim, contra todo o desenvolvimento padrão de marketing, optou por juntar um time de 4 responsáveis pela geração de conteúdos incríveis. Ao invés de simplesmente pagar um valor mensal de CAC (Custo de Aquisição por Cliente) de $ 10.000.    

No entanto, esse investimento não foi de milhares de dólares. A criação foi focada em um blog, podcasts e no desenvolvimento de diversos cursos gratuitos para os seus usuários. Em 3 anos, foram mais de 35.000 clientes adquiridos.

Logo, esse exemplo vale por dois. Afinal, é possível atingir os seus objetivos como empresa B2B utilizando conteúdo. Mesmo sem investir um valor alto para geração do mesmo, os resultados são grandes e animadores.

2 – Salesforce

De todas as empresas B2B, as de tecnologia são as que demonstram mais receio na utilização de técnicas de Inbound Marketing. Mas, para quebrar esse paradigma, vamos falar de uma das grandes agora: a Salesforce.

Aliás, a empresa tinha problemas sérios com geração de tráfego e lead. Para tentar resolver, começou implementando em sua filial do Reino Unido uma estratégia de marketing 100% focada em vídeos com humor. Também apostou em interatividade (o primeiro slideshare animado do mundo é da Salesforce) e conteúdo de altíssima qualidade sobre tecnologia.

Porém, qual o resultado? Um aumento de 80% do tráfego anual e mais de 10.000 downloads de e-books.
Clique aqui e dê uma olhada no posicionamento e comunicação que a Salesforce adotou.

3 – Cisco

Uma outra empresa de tecnologia importante de ser citada aqui é a Cisco. Afinal, a empresa começou uma campanha de divulgação, com apenas um objetivo. Criar consciência mundial sobre a sua marca, gerando interações sobre o seu produto de Cloud.

Por meio de white papers e campanhas que envolviam redes sociais (como Instagram, Youtube e Slideshare), a Cisco conseguiu mais de 5 milhões de impressões sobre o seu produto.

4 – WP Engine

A WP Engine focou toda a sua energia na captação de clientes. Sendo que estes deveria estar interessados na compra de hospedagens para os seus sites em WordPress. Assim, ela se posicionou não como uma empresa de hospedagem qualquer, mas focada em WordPress.

Como esse mercado é extremamente competitivo, foi um grande desafio não se render ao modus operandi do menor preço. E, fora isso, optar pela geração de conteúdo B2B com valor para os seus usuários.

Por esse motivo, a empresa dividiu seus conteúdos em 5 segmentos: produtos, indústria, impacto de negócio, torque e suporte.

Cobrindo todas essas áreas, ela foi capaz de gerar uma estratégia de longo prazo. Dessa forma, entregou um ROI de $40 milhões.

5 – SecureWorks

A SecureWorks é uma empresa de cybersegurança. Tem como target VPs e executivos responsáveis pela segurança de empresas de médio e grande porte.

Assim que entraram na onda do Inbound Marketing, criaram e desenvolveram uma estratégia com conteúdos focados em responder todas as dúvidas (desde compliance, até questões de segurança em infraestrutura). Trazendo inovações em seus white papers, estudos de casos, planilhas de dados e vídeos.

Desse modo, os resultados foram incríveis – conseguiram reverter 1 a cada 2 prospects em leads. Isso aumentou as oportunidades de vendas e gerou clientes para a empresa.

O conteúdo B2B funciona para tudo e todos

Em resumo, verdade é que o conteúdo B2B funciona para todos que quiserem resultados a médio e longo prazo.

Independente do segmento da empresa, é possível criar conteúdos relevantes e gerar impacto positivo em seus prospects.

Afinal, o conteúdo B2B bem feito não tem limitador. Transformando esse recurso em receita para a sua empresa.

Se você quer começar agora mesmo a explorar todas as possibilidades do seu blog corporativo, clique aqui.

Dica: entenda que o teor do conteúdo não deve ser apenas inovador. Além disso, adeque-se às necessidades, interesses e anseios de suas personas.

Conteúdos que falem excessivamente de sua solução ou empresa podem até performar para conversões de fundo de funil. Porém, dificilmente, sua marca ganhará popularidade graças a deles. 

Pronto(a) para transformar a produção do seu conteúdo? A Gummy tem toda a criatividade que você precisa, com a experiência que você deseja.

Caso tenha qualquer dúvida sobre o tema, deixe nos comentários abaixo.

Contato