Durante muito tempo a participação de eventos foi vista como mera obrigação pelas empresas. Hoje, o cenário já é bem diferente. Mais do que nunca, participar de eventos faz parte da estratégia de milhares agências e empresas que buscam destacar-se dos concorrentes.

Mas por quê incluir eventos em sua estratégia? Bem, há muitas razões pelas quais as empresas exibem feiras e conferências, incluindo o aumento da conscientização e posicionamento da marca, o desenvolvimento e fortalecimento de relações comerciais, vendas ou talvez até recrutamento. Mas a principal razão pela qual as empresas participam de eventos, é utilizá-lo como uma ferramenta para gerar leads em eventos.

Mas de nada adianta fazer contato com inúmeras pessoas e não cultivar um relacionamento com elas, não é mesmo? Por isso, nesse post, vamos mostrar a importância de estreitar os relacionamento provenientes dos seus eventos e como nutrir os leads gerados, a fim de obter retorno a partir do seu funil de vendas. Quer saber mais? Continue a leitura!

Tecnologia para gerar leads em eventos

Se você estiver planejando os seus eventos usando excel e milhares de planilhas, não leia esse post – ou, na verdade, leia duas vezes! O mundo de hoje não pode ignorar o uso da tecnologia para gerenciar e facilitar a logística, principalmente quando se trata de coleta de dados em eventos.

Querendo ou não, ainda existem muitas técnicas tradicionais sendo utilizadas para coletar dados de participantes, incluindo cartões de visita e formulários, reunindo informações e insights limitados. Mas sabemos que nesses casos, o acompanhamento dos resultados e do retorno sobre o investimento pode (e vai) ser baixo, o que pode significar a insatisfação do expositor.

Por isso, é importante ficar de olho nas tendências do mercado de eventos para não ficar atrás da concorrência e principalmente, otimizar esse processo que muitas vezes pode ser tortuoso. E não adianta gerar  leads em eventos e não nutrí-los, não é mesmo? A seguir, vamos dar algumas dicas de como nutrir leads em eventos e gerar ainda mais oportunidades de negócios.

A nutrição de leads como estratégia

Na maioria dos casos, pequenos ou grandes eventos exigem algum tipo de esforço de marketing. E quando falamos em nutrição de leads, estamos nos referindo da manutenção de um relacionamento. Afinal, se alguém disponibilizou seus dados para você, ela está interessada no que tem a dizer e compartilhar. Ou seja, você tem uma grande oportunidade em mãos! Por isso, não a deixe esperando.

Antes do evento (pré-evento)

A automação de marketing vem inicialmente do mundo do comércio eletrônico. Conhecido por ser um precursor nas técnicas de marketing, o e-commerce sempre se concentra na otimização dos processos de conversão. Embora no mercado de eventos a história seja diferente, existem algumas técnicas que são certamente aplicáveis:

  1. ATENÇÃO! Faça com que seus potenciais participantes e leads de qualidade fiquem cientes do seu evento. Divulgue!
  2. INSCRITOS! Otimize sua divulgação para gerar ainda mais inscritos em seu evento, afinal, eles querem ficar por dentro das novidades e da programação.
  3. VENDA DE INGRESSOS! Você finalmente captura comportamentos relevantes no site do evento e vende ingressos para o participante.

Durante o evento

Ao invés de coletar inúmeros cartões durante o evento, perdendo contatos importantes ou correndo o risco de esquecer dados importantes, por que não utilizar a tecnologia ao seu favor para geração de leads? Você pode utilizar, por exemplo: o collect, o coletor de dados para eventos, que permite que os expositores façam a captura de contatos em eventos, gerando métricas de desempenho em tempo real.

Mas não se engane! A automação de marketing não é uma varinha mágica que lhe confere novas habilidades, mas sim uma abordagem de marketing diferente que consiste em construir um processo antecipado que otimize seu tempo e eficiência. Você precisa personalizá-lo!

Os processos automatizados são muito efetivos, mas você não pode se esquecer da importância das relações interpessoais. É claro que você não conseguirá falar com cada pessoa que conversar no evento, mas pode dar uma atenção especial a alguns leads em particular. Afinal, essa “atenção” pode ser o que faltava para convertê-lo em venda. Então, atente-se aos leads mais qualificados.

Depois do evento (pós-evento)

Agora você realmente acha que 100% dos e-mails que enviar para os leads gerados serão lidos, clicados e acabaram em conversão? Não se iluda. Você tem que acompanhar as métricas e mais uma vez: personalizar!

Uma dica para nutrir os leads gerados nos eventos, é usar e abusar do marketing comportamental. Por exemplo, há muitos anos atrás, a Amazon ofereceu sugestões de livros para potenciais consumidores com base nos livros que outras pessoas com o mesmo perfil comportamental compraram e obteve resultados surpreendentes!

Como você pôde notar, no mercado de eventos os dados de participantes são o tesouro. Por isso, quanto mais você segmentar e personalizar os seus contatos, melhores resultados terá! Se você ainda não está convencido de que precisa investir na nutrição de leads, segundo a State of Inbound Marketing, da Hubspot, 79% dos leads não convertem vendas devido à falta de nutrição. Empresas que trabalham seus leads gerados em eventos, geram 50% a mais oportunidades de negócios!

Agora que você já sabe que nutrir seus leads é essencial para a sua estratégia, vamos colocar em prática? Se quer saber aumentar ainda mais os resultados dos seus eventos gostou das informações e descubra como a mobLee pode ajudá-lo na criação de soluções tecnológicas para os seus eventos que vão garantir o sucesso e impulsionar os resultados da sua estratégia! Ah! E se quiser, dê uma passada lá no blog Eventos de Resultados e confira as tendências e novidades para eventos!

*Este artigo foi escrito por Júlia Vidigal Munhoz, analista de marketing e conteúdo da mobLee.

Contato